Geral

‘Farc perdeu metade de seus homens em 10 anos’, diz ministro colombiano

O Ministério da Defesa da Colômbia informou hoje que os grupos guerrilheiros que atuam no país perderam mais da metade de seus integrantes ao longo da última década. De acordo com um comunicado publicado nesta quarta-feira, o número de homens que as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) possuem atualmente está “abaixo dos 8 mil, […]

Arquivo Publicado em 26/12/2012, às 17h06

None

O Ministério da Defesa da Colômbia informou hoje que os grupos guerrilheiros que atuam no país perderam mais da metade de seus integrantes ao longo da última década.



De acordo com um comunicado publicado nesta quarta-feira, o número de homens que as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) possuem atualmente está “abaixo dos 8 mil, sendo que, no começo do século, chegava a quase 20 mil”.



Já o Exército de Libertação Nacional (ELN) “passou de 4 mil homens em 2002 a 1,5 mil em 2012”.



Sem citar a origem dos dados, o ministro da Defesa, Juan Carlos Pinzón, disse que a redução reflete a “ação” da força pública, a qual se dedica a “defender os direitos de todos os cidadãos da Colômbia”.



O governo da Colômbia deu início neste ano a negociações de paz com as Farc. Os diálogos ocorrem em Havana, Cuba, e contam com representantes de ambos os lados.


Jornal Midiamax