Geral

Famasul promove o 6° Canasul na cidade de Dourados

Mato Grosso do Sul possui 716 mil hectares de terras destinadas ao cultivo de cana-de-açúcar. A estimativa é que o Estado produza 38,60 mil toneladas na safra 2012/2013, o que representa um incremento de 14% sobre a safra passada que foi de 33,7 mil toneladas. O setor é responsável por 30 mil empregos gerados no […]

Arquivo Publicado em 09/10/2012, às 20h35

None

Mato Grosso do Sul possui 716 mil hectares de terras destinadas ao cultivo de cana-de-açúcar. A estimativa é que o Estado produza 38,60 mil toneladas na safra 2012/2013, o que representa um incremento de 14% sobre a safra passada que foi de 33,7 mil toneladas. O setor é responsável por 30 mil empregos gerados no campo.



É nesse cenário de crescimento que a pela Federação de Agricultura do Mato Grosso do Sul (Famasul), em parceria com a Associação dos Produtores de Bionergia de Mato Grosso do Sul (Biosul), Secretaria de Estado de Desenvolvimento Agrário, da Produção, da Indústria, do Comércio e do Turismo (Seprotur) e a Prefeitura Municipal de Dourados estão promovendo o 6º Congresso da Cana de Mato Grosso do Sul (Canasul). O evento será realizado em Dourados, de 22 a 24 de outubro de 2012, no Sindicato Rural do município.



De acordo com a secretária de Desenvolvimento de Dourados, Neire Colman, o 6° Canasul é uma feira com 43 estandes, voltada principalmente para a aquisição de produtos e serviços do setor industrial e agrícola sucroenergético. O evento conta com a realização de 12 palestras e oficinas, voltadas para o publico agrícola e industrial, e uma rodada de negócios, que tem por objetivo aproximar as micro e pequenas empresas dos grandes conglomerados do setor.



“O objetivo principal do Canasul é a integração de todas as etapas do processo sucroalcooleiro. E nesse ano, podemos dizer que ela está completa, atendendo a grande parte das cadeias do setor.”, afirma Neire. A expectativa dos organizadores é de movimentar R$ 10 milhões nessa edição, recebendo cinco mil visitações, 50 empresas do setor e 10 usinas.



O evento terá ainda um Dia de Campo, que irá apresentar para os produtores rurais que tiverem interesse informações sobre como gerir uma lavoura de cana de forma prática. O Canasul vai contar também com uma missão técnica vinda de Asuncion, no Paraguai, para articulação de um acordo binacional entre o Estado e o país vizinho.



Os dados da matéria estão compilados no Balanço Anual do Agronegócio Sul-Mato-Grossense (Infoagro). Uma publicação anual, gratuita, produzida pela Fundação Educacional para o Desenvolvimento Rural (Funar/MS), Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar/MS) e pela Federação de Agricultura do Mato Grosso do Sul (Famasul).



Inscrições



Já estão disponíveis no site da Secretaria de Agricultura, Indústria e Comércio de Dourados as inscrições para participar do 6º Canasul. O processo é simples. Basta acessar o site www.semaic.dourados.ms.gov.br e clicar no link do 6º Canasul. Abrindo o hotsite, seleciona o tópico ‘Clique aqui e faça a sua inscrição’. Aparecerão as opções entrada inteira, meia entrada e entrada para a feira. Clicando em entrada para a feira a pessoa faz a inscrição para entrar na feira, que é gratuita para todos.



Para participar dos cursos e palestras é preciso fazer inscrições específicas, nos links entrada inteira (profissionais) e meia entrada (estudantes). O custo para o profissional l é de R$ 30 e para o estudante é de R$ 15. Os cursos e palestras estão sendo organizados pelo Sebrae/MS e Gegis.



Para fazer as inscrições para a rodada de negócios, o empresário pode entrar em contato com o Sebrae em Dourados, Campo Grande, ou escritórios regionais. Dois consultores da instituição estão disponíveis para tratar do assunto com as empresas.


Jornal Midiamax