Geral

Falso executivo assina contrato bilionário com a Ucrânia

Um falso representante comercial da empresa espanhola Gas Natural Fenosa assinou um contrato bilionário com o governo da Ucrânia, segundo informa o jornal El País. O acordo seria para a construção de um complexo de gás natural no Mar Negro e custaria cerca de US$ 1,1 bilhão. A empresa negou que tivesse um representante no […]

Arquivo Publicado em 30/11/2012, às 11h55

None
1062677301.jpg

Um falso representante comercial da empresa espanhola Gas Natural Fenosa assinou um contrato bilionário com o governo da Ucrânia, segundo informa o jornal El País. O acordo seria para a construção de um complexo de gás natural no Mar Negro e custaria cerca de US$ 1,1 bilhão. A empresa negou que tivesse um representante no país quando o contrato foi firmado e já enviou um aviso ao falso agente.


O momento da assinatura do acordo teve a presença do primeiro-ministro ucraniano, Mykola Azarov, e foi registrado por um fotógrafo da Reuters. A agência de notícias afirmou que o nome do executivo da Gas Natural Fenosa era Jordi Sardà Bonvehí, enquanto o governo local disse que firmou contrato com Jordi García Tabernero. Tabernero é diretor de comunicação do grupo e não estava na Ucrânia, segundo a própria empresa.


A falha do governo ucraniano gerou uma polêmica no país. De acordo com o Financial Times, o governo se apressava para mostrar à russa Gazprom que estava a caminho de construir seu primeiro complexo de gás natural com apoio de outros países, dando mais argumentos para negociar os preços do gás com os russos. A Gas Natural Fenosa afirmou que vai entrar com medidas legais contra o suposto executivo.

Jornal Midiamax