Geral

Fabio Trad alerta para Câmara não parar durante CPMI do Cachoeira

O deputado federal Fabio Trad (PMDB-MS) alertou nesta segunda-feira (23), para a necessidade de a Câmara Federal não interromper suas atividades legislativas em virtude do estabelecimento da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI), que irá investigar o envolvimento do contraventor Carlos Cachoeira com políticos, agentes públicos e privados. Para Fabio, é possível concilia...

Arquivo Publicado em 23/04/2012, às 12h21

None

O deputado federal Fabio Trad (PMDB-MS) alertou nesta segunda-feira (23), para a necessidade de a Câmara Federal não interromper suas atividades legislativas em virtude do estabelecimento da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI), que irá investigar o envolvimento do contraventor Carlos Cachoeira com políticos, agentes públicos e privados.


Para Fabio, é possível conciliar o exercício das duas atribuições sem comprometer o andamento e a tramitação de inúmeros projetos fundamentais para o Brasil, como as reformas política, trabalhista e tributária. “A CPMI é importante, mas o País não pode parar em detrimento dela. Há matérias de suma importância a serem debatidas e votadas”, afirmou o deputado.


Fabio Trad esteve entre os nove integrantes da bancada sul-mato-grossense no Congresso Nacional que assinaram o pedido da CPMI.  A Secretaria Geral da Mesa do Senado contabilizou 468 assinaturas (396 deputados e 72 senadores) de apoio ao pedido de instalação da comissão mista.


O Congresso se reúne nesta terça-feira (24) para formalizar as indicações dos partidos para a CPMI. A Comissão será composta por 15 senadores e 15 deputados e igual número de suplentes, sendo presidida pelo senador Vital do Rêgo (PMDB-PB). A relatoria caberá ao PT, mas o partido ainda não indicou os nomes para o colegiado nem decidiu quem será o relator.

Jornal Midiamax