Geral

Encontrada a dona de bola levada por tsunami do Japão ao Alasca

A jovem japonesa Shiori Sato, de 19 anos, assegurou ser a dona de uma bola de vôlei arrastada pelo tsunami que devastou o nordeste do Japão em 2011 e encontrada este ano no litoral do Alasca (EUA), informou nesta terça-feira o diário “Mainichi”. Os responsáveis pela descoberta foram David e Yumi Baxter, o mesmo casal […]

Arquivo Publicado em 24/04/2012, às 02h25

None

A jovem japonesa Shiori Sato, de 19 anos, assegurou ser a dona de uma bola de vôlei arrastada pelo tsunami que devastou o nordeste do Japão em 2011 e encontrada este ano no litoral do Alasca (EUA), informou nesta terça-feira o diário “Mainichi”.


Os responsáveis pela descoberta foram David e Yumi Baxter, o mesmo casal que, após achar uma bola de futebol que o tsunami também arrastou desde o Japão, conseguiu contatar recentemente o seu dono, Misaki Murakami, um menino de 16 anos morador de Rikuzentakata, uma das cidades da província de Iwate mais afetadas pela tragédia.


Em março, os Baxter se depararam em uma praia da ilha de Middleton com a bola de vôlei, que leva mensagens escritas em japonês e tem gravado o nome Shiori.


Depois da repercussão causada pelas duas bolas encontradas, um espectador entrou em contato com a emissora pública japonesa “NHK” e assegurou que a de vôlei pertencia a Shiori Sato, que até agosto do ano passado morava em Tanohata, um povoado da província de Iwate.


Ao ser contatada pela emissora, Shiori, que agora vive perto de Tóquio, confirmou que se trata de sua bola, assinada por ex-companheiras de sua antiga equipe de vôlei, e se mostrou surpresa por ela ter resistido ao tsunami, que destruiu sua casa em Tanohata.


O casal Baxter se disse feliz por tanto Shiori quanto Murakami terem sobrevivido à tragédia e anunciou que deseja visitar o Japão em maio para devolver as duas bolas a seus donos.


Uma grande quantidade de objetos e escombros de todo tipo continua a chegar à costa do Alasca, arrastada pelo tsunami e após ter atravessado todo o Pacífico Norte.

Jornal Midiamax