Geral

Emha encerra hoje Trabalho Social para famílias do Residencial José Teruel Filho

Dar às famílias acesso a informações que lhes possibilitem obter avanços sociais e econômicos. Este é o principal objetivo do Trabalho Social desenvolvido pela Agência Municipal de Habitação (Emha), em bairros atendidos por programas habitacionais da Prefeitura de Campo Grande. Como o que será encerrado nesta quarta-feira (2), às 14 horas, no bairro Dom Antonio […]

Arquivo Publicado em 01/08/2012, às 10h51

None

Dar às famílias acesso a informações que lhes possibilitem obter avanços sociais e econômicos. Este é o principal objetivo do Trabalho Social desenvolvido pela Agência Municipal de Habitação (Emha), em bairros atendidos por programas habitacionais da Prefeitura de Campo Grande. Como o que será encerrado nesta quarta-feira (2), às 14 horas, no bairro Dom Antonio Barbosa, do qual participaram 362 famílias do Residencial José Teruel Filho. O evento terá a presença do prefeito Nelson Trad Filho.


Realizado pela equipe de assistentes sociais da Emha, com apoio de empresas de consultoria com atuação nesta área, o Trabalho Social repassa às comunidades informações sobre seus direitos e deveres como cidadãos, além de oferecer serviços e programar diversas atividades recreativas, como música e outras apresentações artísticas. Mais do que despertar a criatividade e talentos artísticos, estas ações contribuem par elevar a auto-estima dos participantes.


O Trabalho social também dá às famílias a possibilidade de gerarem renda, a partir do conhecimento adquirido nos cursos. Foi o que fez a dona de casa Vera Lúcia da Silvad de 61 anos. Ela não perde uma oportunidade de se aprimorar. Já participou de três cursos: confeitaria, panificação e produção de sabão. “Resolvi fazer pra aprender mais. Agora, eu consigo ganhar até um dinheirinho a mais com o curso de confeiteira. Eu já sabia fazer bolo, mas não sabia confeitar, agora estou confeitando direitinho e fazendo bolo pra aniversários”, relatou dona Vera Lúcia. Animada com as novas perspectivas de vida, disse que não pretende. “Quero fazer mais cursos, é um beneficio pra todos nós aqui da comunidade”, destacou.


O pedreiro Juscelino Martins é um dos moradores beneficiados pelo Trabalho Social realizado no Dom Antônio Barbosa. Ele resolveu fazer o curso de reciclagem. “Achei legal, aproveitei pra fazer o curso e aprender como recicla, pra quê serve o lixo. Aprendi várias coisas e, o melhor, é que posso utilizar em casa. Seo Juscelino conta que decidiu fazer o curso porque mora há muito tempo no bairro e trabalha com reciclagem de vez em quando.


A dona de casa Patrícia Portilho Cardoso é outra moradora do Dom Antonio Barbosa que, além do curso de reciclagem, também fez também o de produção de sabão. Moradora há dois anos no bairro, ela diz que está sempre fazendo os cursos e aproveitando a oportunidade de se aperfeiçoar.


A solenidade de encerramento do Trabalho Social será realizada na rua Trindade Gonçalves Martins, esquina com a rua Cenira Soares Magalhães – Residencial José Teruel Filho.

Jornal Midiamax