Geral

Emerson defende Thiaguinho e ataca Léo: “passou dos limites”

Apesar de ter mandado diversas indiretas através do Twitter, o corintiano Emerson ainda não tinha criticado diretamente o santista Léo. Mas nesta quarta-feira o atacante finalmente atacou diretamente o rival, apesar de ter admitido que a polêmica serviu como motivação para o Corinthians vencer o Mundial de Clubes. Ainda no tema provocações, Emerson defendeu seu […]

Arquivo Publicado em 19/12/2012, às 23h44

None

Apesar de ter mandado diversas indiretas através do Twitter, o corintiano Emerson ainda não tinha criticado diretamente o santista Léo. Mas nesta quarta-feira o atacante finalmente atacou diretamente o rival, apesar de ter admitido que a polêmica serviu como motivação para o Corinthians vencer o Mundial de Clubes. Ainda no tema provocações, Emerson defendeu seu amigo Thiaguinho, que tem sido alvo de protestos dos palmeirenses.

Emerson estava disposto a falar tudo que pensa sobre Léo no programa Altas Horas, da Rede Globo. Questionado sobre o assunto, primeiramente ele se controlou: “não posso falar palavrão”. Depois desabafou: “isso serviu de motivação, mas ele tem que tomar cuidado com essas brincadeiras. Elas são válidas, mas não pode esquecer que do outro lado tem um pai, tem um homem também. Estamos chateados porque ele passou dos limites”, opinou.

Léo começou a troca de provocações quando criticou a festa dos corintianos no Aeroporto de Guarulhos. “Quando embarcamos rumo ao Mundial, fizemos uma baita festa, não quebramos nada, não destruímos nada, o que é natural. No entanto, eles destruíram tudo neste ano, causaram estragos. Quem está acostumado com rodoviária não pode ir a aeroporto, né?”, disse o lateral, que automaticamente virou alvo dos corintianos.

No programa desta quarta Emerson ainda fez uma tentativa de amenizar a polêmica: “pelo menos ele (Léo) teve a grandeza de pedir desculpas, reconhecer o erro e voltar atrás”, comentou o atacante, que também lembrou de ex-jogadores que faziam brincadeiras e provocações, como Paulo Nunes e Edilson.

Ao ouvir sobre as desculpas de Léo, o apresentador Serginho Groisman lembrou do cantor Thiaguinho. O pagodeiro teve que pedir perdão aos palmeirenses depois de ser muito criticado nas redes sociais, já que incitou ofensas contra o time alviverde durante a festa pela conquista do Mundial de Clubes.

“O Thiaguinho ficou muito triste com isso. Ele é um queridão e tenho certeza que ele não teve intenção de ofender uma instituição como o Palmeiras. Falo isso porque conheço ele e sei que é um cara do bem”, argumentou Emerson, que puxou gritos parecidos contra Léo durante a mesma festa.

Por fim, ainda houve uma terceira polêmica para Emerson comentar. Uma torcedora pediu para que ele respondesse para os rivais que menosprezam o Mundial de 2000, conquistado pelo Corinthians. “É simples: liga lá na Fifa e pergunta se valeu”, disparou o atacante, para aplausos gerais dos corintianos presentes no programa.

Jornal Midiamax