Geral

Em SC, morador de rua tem o corpo queimado enquanto dormia

Um morador de rua teve o corpo incendiado enquanto dormia em um terreno baldio no bairro de classe média alta Glória, em Joinville (a 180 quilômetros de Florianópolis). Em estado grave, a vítima está internada na UTI do Hospital Municipal São José e respira com a ajuda de aparelhos. O caso aconteceu na quinta-feira (25) […]

Arquivo Publicado em 28/10/2012, às 18h41

None

Um morador de rua teve o corpo incendiado enquanto dormia em um terreno baldio no bairro de classe média alta Glória, em Joinville (a 180 quilômetros de Florianópolis). Em estado grave, a vítima está internada na UTI do Hospital Municipal São José e respira com a ajuda de aparelhos. O caso aconteceu na quinta-feira (25) à noite. Dois homens suspeitos de terem cometido o crime foram presos.



Waldomiro Pensky, 66 anos, morava em um pequeno barraco que ele mesmo montou no terreno localizado na rua Marechal Hermes, no bairro de classe média alta Glória, zona Oeste da cidade. No local em que ele foi incendiado, o Instituto Geral de Perícias da Polícia Civil encontrou fragmentos de pele grudados em roupas da vítima.



Os dois homens suspeitos de cometer o crime e que não tiveram o nome divulgado pela polícia estão presos no Presídio Regional de Joinville, acusados de tentativa de homicídio. Eles foram reconhecidos por testemunhas, mas negaram a autoria do crime.



Um vizinho do terreno onde o idoso costumava dormir disse que percebeu quando o fogo tomava conta da vítima. Ele ainda tentou apagar o fogo, usando uma mangueira de jardim. A polícia suspeita que os criminosos utilizaram algum tipo de combustível para queimar Waldomiro.



De acordo com outros vizinhos, que preferem não se identificar, o idoso tem problemas mentais e não aparentava ser usuário de drogas. Para eles, Waldomiro era tranquilo e não incomodava ninguém e apenas caminhava pedindo comida. O morador de rua já estava no bairro há cerca de um ano e meio.



É a segunda vez que Waldomiro é alvo de uma tentativa de assassinato. No episódio anterior, os bandidos colocaram fogo onde imaginaram que a vítima estava dormindo. Porém, o morador de rua não estava no local.


Jornal Midiamax