Geral

Em meio a impasse na escolha do presidente da Câmara, Siufi diz que é opção

O presidente da Câmara de Campo Grande, Paulo Siufi (PMDB), pode ser reconduzido ao cargo. Após ser eleito e reeleito na mesma legislatura, entre 2008 e 2012, Siufi anunciou que não disputaria a reeleição e abriu espaço para um impasse que ronda a Câmara. Os vereadores não se entendem e caminham para bater chapa. Na […]

Arquivo Publicado em 27/12/2012, às 18h41

None
603288472.jpg

O presidente da Câmara de Campo Grande, Paulo Siufi (PMDB), pode ser reconduzido ao cargo. Após ser eleito e reeleito na mesma legislatura, entre 2008 e 2012, Siufi anunciou que não disputaria a reeleição e abriu espaço para um impasse que ronda a Câmara. Os vereadores não se entendem e caminham para bater chapa.

Na manhã desta quinta-feira (27), em meio à confusão em torno do nome de Mário Cesar (PMDB), indicado pelo governador André Puccinelli (PMDB), e de Rose Modesto (PSDB), eleita candidata de Alcides Bernal (PP), Siufi declarou que pode ser uma opção.

“Se precisar eu serei. Sou uma opção”, declarou ao Midiamax, justificando que será candidato para defender um Poder Legislativo independente. Quando anunciou que não disputaria a presidência da Câmara, Siufi justificou que já tinha feito a parte dele.

Segundo Siufi, a filha cobrou a presença dele, dizendo que queria um pai em casa e não um presidente. Na última sessão da Câmara, na sexta-feira (21), Paulo Siufi chegou a se emocionar ao declarar que deixaria a presidência para cuidar da família.

O vereador Carlão (PSB) levantou a hipótese da candidatura de Siufi na manhã desta quinta-feira. Todavia, avaliou que a eleição de Siufi seria difícil, já que os vereadores negociam o posto há vários dias e 18 parlamentares estariam unidos para eleger o presidente.

Jornal Midiamax