Geral

Eleição em Campo Grande foi tranquila, afirma presidente do TRE/MS

O presidente do TRE/MS (Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul), desembargador Josué de Oliveira destacou a eficiência e agilidade na apuração dos votos do segundo turno. Segundo ele, as eleições transcorreram em clima de tranqüilidade e os poucos incidentes registrados, em sua maioria referente à compra de votos, foram encaminhados à Justiça Eleitoral […]

Arquivo Publicado em 29/10/2012, às 11h23

None
2144679196.jpg

O presidente do TRE/MS (Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul), desembargador Josué de Oliveira destacou a eficiência e agilidade na apuração dos votos do segundo turno. Segundo ele, as eleições transcorreram em clima de tranqüilidade e os poucos incidentes registrados, em sua maioria referente à compra de votos, foram encaminhados à Justiça Eleitoral para investigação.


De acordo com a assessoria do TRE, desde o dia seis de agosto, data em que foi iniciado o serviço de disque-denúncia, foram registradas 779 ocorrências. Deste total, somente no segundo turno, o número de denúncias chegou a 137. Neste domingo (28), foram computadas 31 ocorrências, sendo a maioria por compra de votos e propaganda irregular.


“Essas ocorrências foram encaminhadas aos juízes para serem investigadas. Elas se tratam de compra de votos e propaganda irregular”, ressaltou o desembargador. Para ele, no geral, a eleição municipal em Campo Grande foi tranqüila. “Ocorreu tudo bem neste segundo turno, das 4.900 urnas, apenas quatro tiveram problemas e tudo foi resolvido, graças a Deus”, destacou.

Jornal Midiamax