Geral

Dólar cai quase 1% e Bolsa sobe 1,72% em agosto

A Bovespa fechou o dia em queda, mas terminou agosto com ganho. O Ibovespa (principal índice da Bolsa) caiu 0,34% nesta sexta-feira, aos 57.061,45 pontos. A queda foi impulsionada, principalmente, por empresas do setor elétrico, que tiveram as maiores desvalorizações. Apesar do resultado diário negativo, agosto foi o segundo mês seguido em que a Bovespa […]

Arquivo Publicado em 31/08/2012, às 20h37

None

A Bovespa fechou o dia em queda, mas terminou agosto com ganho. O Ibovespa (principal índice da Bolsa) caiu 0,34% nesta sexta-feira, aos 57.061,45 pontos. A queda foi impulsionada, principalmente, por empresas do setor elétrico, que tiveram as maiores desvalorizações.


Apesar do resultado diário negativo, agosto foi o segundo mês seguido em que a Bovespa teve valorização. A Bolsa fechou o período com ganho de 1,72%. No acumulado do ano, o avanço é de 0,54%.


A cotação do dólar fechou o dia em queda de 0,81%, a R$ 2,031 na venda. Em agosto, a moeda americana acumula perdas de 0,9%l. No ano, o saldo ainda é positivo em 8,68%.


Bolsas internacionais
As ações europeias fecharam em alta, em sessão com baixo volume de negócios, após o presidente do Federal Reserve, banco central dos Estados Unidos, Ben Bernanke, deixar a porta aberta para mais medidas de estímulo.


As expectativas de investidores em relação a um eminente estímulo já tinham diminuído na véspera, antes do encontro na região norte-americana de Jackson Hole, no qual Bernanke disse nesta sexta-feira que o Fed estava pronto para prover mais estímulo se necessário, embora não tenha dado sinais de que isso estaria próximo de acontecer.


Em Londres, o índice Financial Times caiu 0,14%, a 5.711 pontos. Em Frankfurt, o índice DAX subiu 1,09%, para 6.970 pontos. Em Paris, o índice CAC-40 teve valorização de 1%, a 3.413 pontos. Em Milão, o índice Ftse/Mib teve ganhos de 2,16%, para 15.100 pontos. Em Madri, o índice Ibex-35 saltou 3,13%, a 7.420 pontos. Em Lisboa, o índice PSI20 teve alta de 1,1%, para 4.998 pontos.


As ações asiáticas caíram para os menores níveis em quatro semanas, com investidores esfriando as expectativas de mais estímulo monetário. O índice Nikkei do Japão perdeu 1,6%, atingindo a mínima em três semanas. As ações australianas ficaram praticamente estáveis, com oscilação positiva de 0,01%.


A Bolsa de Cingapura teve alta de 0,45%; Taiwan avançou 0,35%, enquanto Hong Kong perdeu 0,36%. O índice referencial de Xangai cedeu 0,25%.


(Com informações da Reuters)


Jornal Midiamax