Geral

Diretor de filme anti-islâmico se apresenta para depoimento

O diretor do filme Innocence of Muslims (A Inocência dos Muçulmanos), filme que provocou violentos protestos em vários países muçulmanos, foi ouvido pela polícia americana neste sábado. Nakoula Basseley Nakouda, 55 anos, se apresentou voluntariamente à polícia para depor. Desde o início dos protestos, o elenco e a equipe de filmagem, formada por cerca de […]

Arquivo Publicado em 17/09/2012, às 01h58

None

O diretor do filme Innocence of Muslims (A Inocência dos Muçulmanos), filme que provocou violentos protestos em vários países muçulmanos, foi ouvido pela polícia americana neste sábado. Nakoula Basseley Nakouda, 55 anos, se apresentou voluntariamente à polícia para depor.

Desde o início dos protestos, o elenco e a equipe de filmagem, formada por cerca de 80 pessoas, sustentam que foram “enganados” sobre o propósito do filme nos testes de casting iniciados em julho de 2011 pelo produtor. Em declarações à emissora CNN, os participantes do filme, que passou despercebido nos Estados Unidos, se declararam “profundamente entristecidos” pelas mortes no ataque ao consulado americano em Benghazi (Líbia), onde faleceram o embaixador Chris Stevens e outras três pessoas.

O filme, que foi repudiado pelos muçulmanos, gerou uma onda de distúrbios frente às legações diplomáticas americanas. Apesar das manifestações violentas registradas ontem, a maioria das cidades amanheceu em calma hoje.

No entanto, a rede terrorista Al Qaeda na Península Arábica pediu para a população articular novos protestos para expulsar os embaixadores americanos dos países muçulmanos.

Jornal Midiamax