Geral

Dilma deve sancionar na semana que vem MP que cria a Segurobras

A presidente Dilma Rousseff tem até o dia 3 de setembro para sancionar a medida provisória que cria a Agência Brasileira Gestora de Fundos e Garantias, conhecida como Segurobras, já aprovada no Congresso para agilizar as obras de infraestrutura. No entanto, a Confederação Nacional das Empresas de Seguros (CNSeg) enviou a Dilma uma carta pedindo […]

Arquivo Publicado em 25/08/2012, às 15h47

None

A presidente Dilma Rousseff tem até o dia 3 de setembro para sancionar a medida provisória que cria a Agência Brasileira Gestora de Fundos e Garantias, conhecida como Segurobras, já aprovada no Congresso para agilizar as obras de infraestrutura.


No entanto, a Confederação Nacional das Empresas de Seguros (CNSeg) enviou a Dilma uma carta pedindo o veto de dois dos artigos da lei que foram modificados no Congresso e flexibilizam as normas para ampliar a participação de mais seguradoras e diminuir assim os preços das apólices.


“É uma péssima mensagem mudar as regras depois que o mercado se preparou para outra coisa”, afirmou na carta Jorge Hilario, presidente da CNSeg, que exige que se respeite o acordo do setor pactuado durante o governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.


O presidente da Federação Nacional de Empresas de Resseguros (Fenaber), Paulo Pereira, declarou por sua parte que “não é verdade que as garantias e os seguros sejam mais altos no Brasil, pois em cinco anos eles reduziram bastante e hoje têm preços compatíveis com os padrões internacionais”.


Com a estatal, o governo pretende agilizar as garantias e baixar o preço das apólices para a realização da obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), da Copa de 2014 e dos Jogos Olímpicos de 2016.



Jornal Midiamax