Geral

“Desde sábado não tem mau cheiro aqui” diz morador sobre córrego próximo a estação de tratamento

“Desde sábado não tem mau cheiro aqui”, diz o autônomo Cícero José da Silva, 57, que mora em frente a uma estação de tratamento de esgoto elevatória da empresa concessionária de abastecimento de água e tratamento dos esgotos de Campo Grande, que fica no cruzamento das ruas Manoel Padial e Graciano Vargem Alegre, bairro Maria […]

Arquivo Publicado em 10/01/2012, às 16h09

None
1249913041.jpg

“Desde sábado não tem mau cheiro aqui”, diz o autônomo Cícero José da Silva, 57, que mora em frente a uma estação de tratamento de esgoto elevatória da empresa concessionária de abastecimento de água e tratamento dos esgotos de Campo Grande, que fica no cruzamento das ruas Manoel Padial e Graciano Vargem Alegre, bairro Maria Aparecida Pedrossian, em frente a Área de Proteção Ambiental – APA – do córrego Lageado.

“O mau cheiro vai lá para dentro de casa”, conta a auxiliar de produção Elenir Venâncio de Oliveira, 35.

A reportagem foi ao local no último sábado (7) e constatou a sujeira e o mau cheiro no local. Técnicos da empresa Águas Guariroba foram ao local, fizeram uma limpeza de praxe e não constataram nenhum lançamento irregular da rede de tratamento.

A empresa informa que nenhum esgoto é jogado de forma in natura em córregos de Campo Grande. A culpa, de acordo com a concessionária é de moradores que teriam ligações clandestinas na rede de esgoto para vazão das águas das chuvas dos quintais e calhas, que sobrecarrega a rede fazendo com que ela transborde.

A fiscalização dessas redes clandestinas, segundo a empresa, é feita pela Semadur (Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano) através do projeto “Córrego Limpo”.

A estação elevatória bombeia o esgoto que é tratado na estação Los Angeles.

Só na região do bairro Maria Aparecida, Samambaia e residencial Damha a área tem em torno de 35 hectares. Além do transtorno aos moradores, no local existem inúmeras espécies animais como macacos, quatis, capivaras e aves que bebem da água.

Jornal Midiamax