Geral

Depois de Brasilândia, projeto Cine Sesi passa por Santa Rita do Pardo no dia 27

O Cine Sesi Cultural, que leva cinema de graça para as cidades do interior onde não há salas de exibição de filmes, atraiu 1.750 pessoas no fim de semana em Brasilândia com as projeções das produções “Os Filmes Que Eu Não Fiz”, “O Palhaço”, “Até o Sol Raiar”, “Eu e Meu Guarda-Chuva”, “Vida Maria” e […]

Arquivo Publicado em 23/07/2012, às 17h15

None
237347654.jpg

O Cine Sesi Cultural, que leva cinema de graça para as cidades do interior onde não há salas de exibição de filmes, atraiu 1.750 pessoas no fim de semana em Brasilândia com as projeções das produções “Os Filmes Que Eu Não Fiz”, “O Palhaço”, “Até o Sol Raiar”, “Eu e Meu Guarda-Chuva”, “Vida Maria” e “Enrolados”.

Segundo a produtora do Cine Sesi em Mato Grosso do Sul, Acidália Azevedo, para receber o público foi montada, na Praça Santa Maria, no centro da cidade, estrutura composta por tela gigante de 5 metros de altura e 500 cadeiras, além de projetor de 35 milímetros instalado dentro do caminhão de onde os filmes são projetados, bem como som com três vias de 3 mil watts cada e projetor Hi-Light Xenon de 2 mil watts, proporcionando qualidade às exibições.

Acidália Azevedo acrescenta que a receptividade da população de Brasilândia foi excelente, demonstrando que o Projeto vem cumprindo o papel de levar a 7ª arte para o maior número possível de pessoas no interior do Brasil. Em Mato Grosso do Sul, o Cine Sesi já foi visto por 98,2 mil pessoas de 30 municípios nos anos de 2010 e 2011 e tem meta de atingir público de 100 mil pessoas em 32 cidades neste ano de 2012.

Até o momento, o Cine Sesi já foi visto por mais de 9.350 pessoas nos municípios de Cassilândia, Selvíria, Três Lagoas, Paranaíba, Aparecida do Taboado e Brasilândia, enquanto em todo o País quase 3 milhões de pessoas de 559 cidades espalhadas por 8 Estados foram beneficiadas”, informou. Para o presidente da Fiems, Sérgio Longen, a Diretoria do Sistema Indústria orgulha-se de reunir na primeira etapa 52,2 mil pessoas e 46 mil na segunda edição.

“Esse projeto de responsabilidade social contribui para divulgar as ações do Sesi no Estado e, mais do que nunca, estamos cumprindo com o nosso compromisso de levar cultura e lazer às diversas comunidades do Estado”, disse.

Para o superintendente do Sesi, Michael Gorski, a continuidade de um projeto, que já beneficiou quase 100 mil pessoas em dois anos de realização em Mato Grosso do Sul, demonstra a preocupação da entidade com a responsabilidade social. “Por meio do Cine Sesi, estamos mostrando à população do Estado que, além de saúde, educação e cidadania, também podemos levar cultura e lazer para as cidades do Estado”, pontuou.

Confira abaixo o restante da programação:

Santa Rita do Pardo e Anaurilândia (27, 28 e 29 de julho)Angélica e Fátima do Sul (03, 04 e 05 de agosto)

Caarapó e Itaquiraí (10, 11 e 12 de agosto)

Iguatemi e Corumbá (17, 18 e 19 agosto)

Eldorado e Mundo Novo (24, 25 e 26 de agosto)

Amambai e Itaporã (31 de agosto e 01 e 02 de setembro)

Paranhos e Coronel Sapucaia (07, 08 e 09 de setembro)

Guia Lopes da Laguna e Antônio João (14, 15 e 16 de setembro)

Nova Alvorada do Sul e Bonito (21, 22 e 23 de setembro)Terenos e Sidrolândia (28, 29 e 30 de setembro)

Bodoquena e Dois Irmãos do Buriti (12, 13 e 14 de outubro)

Rio Verde e Coxim (19, 20 e 21 de outubro)

Naviraí e Anastácio (26, 27 e 28 de outubro)

Jornal Midiamax