Geral

Delcídio leva reitores ao MEC em busca de recursos para a UEMS e a UFGD

O senador Delcídio do Amaral (PT/MS) acompanhou os reitores da Universidade Estadual, Fábio Edir, e da Universidade Federal da Grande Dourados, Damião Duque de Farias, em uma audiência com o ministro da Educação, Aloísio Mercadante, para pedir recursos destinados a ampliar a infraestrutura das duas instituições. O deputado federal Antonio Carlos Biffi também participou do […]

Arquivo Publicado em 29/11/2012, às 12h38

None

O senador Delcídio do Amaral (PT/MS) acompanhou os reitores da Universidade Estadual, Fábio Edir, e da Universidade Federal da Grande Dourados, Damião Duque de Farias, em uma audiência com o ministro da Educação, Aloísio Mercadante, para pedir recursos destinados a ampliar a infraestrutura das duas instituições. O deputado federal Antonio Carlos Biffi também participou do encontro.


“A conversa foi bastante produtiva”, avalia Delcídio. Conseguimos alinhavar investimentos em infraestrutura, absolutamente fundamentais. O reitor Fabio entregou a Mercadante uma relação de obras importantes além de um pedido de aquisição de equipamentos. Já o reitor Damião apresentou o projeto de um instituto tecnológico em Dourados, focando a construção de laboratórios. Na mesma hora, o ministro determinou que integrantes do corpo técnico do MEC se reunissem com os dois reitores para analisar as propostas e estudar a possibilidade de atendê-las. Vamos acompanhar tudo isso de perto e continuar fazendo gestões para que a UEMS e a UFGD sejam atendidas”, disse.


A UEMS levou ao MEC 18 subprojetos para atender as necessidades da universidade em 15 municípios, a um custo previsto de R$ 13 milhões . São investimentos em ensino, pesquisa e extensão , entre eles a construção de um anfiteatro em Dourados, além de laboratórios e salas de aulas nas unidades de Dourados, Aquidauana, Paranaíba, Jardim e Naviraí. A Universidade Estadual quer também reformar os núcleos de práticas jurídicas e construir um centro de processamento digital que atenderá toda a instituição.


O projeto do Instituto de Pesquisas Ambientais e Tecnológicas da UFGD prevê a construção de uma unidade tecnológica e profissionalizante voltada para a difusão de conhecimentos práticos na área de serviços técnicos e para a transferência de conhecimentos tecnológicos na área de processos produtivos. Sua estrutura de pesquisa, desenvolvimento e ensino, com base em laboratórios e oficinas, estará orientada para a inovação de materiais e tecnologias e a capacitação de pessoas para o trabalho . Ele será formado por três setores : o Núcleo de Pesquisas de Elementos da Natureza, o de Pesquisa e Caracterização Estrutural de Substâncias Orgânicas e o Núcleo de Avaliação e Desenvolvimento de Tecnologia e Produtos.


O projeto prevê a implantação no Campus da UFGD, onde também está a UEMS, com investimento de R$ 3,5 milhões somente na construção do prédio. A idéia a é colocá-lo em funcionamento em 2014.

Jornal Midiamax