Geral

Delcídio comemora pesquisa DATAmax e diz que oposição vence em Campo Grande

O senador Delcídio do Amaral (PT) comemorou o resultado da pesquisa DATAmax que aponta empate técnico entre o candidato governista Edson Giroto (PMDB) e o deputado estadual Alcides Bernal (PP). Para ele, o resultado mostra a força da oposição em Campo Grande e indica que, unidos, os seis candidatos oposicionistas vão vencer o embate no […]

Arquivo Publicado em 30/08/2012, às 12h35

None
1807275405.jpg

O senador Delcídio do Amaral (PT) comemorou o resultado da pesquisa DATAmax que aponta empate técnico entre o candidato governista Edson Giroto (PMDB) e o deputado estadual Alcides Bernal (PP). Para ele, o resultado mostra a força da oposição em Campo Grande e indica que, unidos, os seis candidatos oposicionistas vão vencer o embate no maior colégio eleitoral do Estado.


“Estou muito satisfeito com os números, porque mostram o Alcides com seu percentual consolidado”, destacou Delcídio. Empolga ainda mais ele a certeza que o candidato petista Vander Loubet e o deputado federal Reinaldo Azambuja (PSDB) têm boas chances de crescer na disputa. “O Vander, além de ser um candidato experiente, conta com a força do PT, que é um partido de chegada e o perfil do Azambuja agrada a população campo-grandense”, explicou o senador.


Com essa leitura do cenário eleitoral, Delcídio confia na vitória da oposição no segundo turno. “A tendência natural é de união no segundo turno e juntos vamos vencer”, apostou. “Somando-se a isso tem a pesquisa DATAmax que indica essa mesma tendência, com números alinhados à realidade e bem coerentes”, emendou em entrevista por telefone.


Passando chapéu


Para reforçar o PT na eleição, Delcídio informou se dedicar até sexta-feira (31) a arrecadar recursos para a campanha de Vander. “Estou passando o chapéu, correndo atrás de recursos”, contou. No fim de semana, ele dará atenção a municípios do interior do Estado, como Ponta Porã, Dourados e Corumbá. “A partir da próxima semana, vou dedicar de um a dois dias para Campo Grande”, concluiu.

Jornal Midiamax