Geral

De volta ao país, Seleção busca identificação com a torcida brasileira

A Seleção Brasileira clama por apoio depois de amargar a prata na Olimpíada de Londres. No retorno ao país quase um ano de um ano longe de casa, o discurso é de aproveitar as partidas amistosas contra África do Sul, sexta-feira, no Morumbi, e segunda, contra a China, no estádio do Arruda, para se aproximar […]

Arquivo Publicado em 04/09/2012, às 17h34

None

A Seleção Brasileira clama por apoio depois de amargar a prata na Olimpíada de Londres. No retorno ao país quase um ano de um ano longe de casa, o discurso é de aproveitar as partidas amistosas contra África do Sul, sexta-feira, no Morumbi, e segunda, contra a China, no estádio do Arruda, para se aproximar dos torcedores locais.

A última vez que a equipe de Mano Menezes atuou em solo verde e amarelo foi em setembro do ano passado, quando venceu por 2 a 0 a Argentina no Superclássico das Américas, em Belém (PA). Em São Paulo, a última exibição foi na despedida de Ronaldo Fenômeno da Amarelinha, em junho, na vitória por 1 a 0 sobre a Romênia.

– A seleção ainda está procurando criar uma identificação com o povo brasileiro. Depois de Cafu, Ronaldo, Roberto Carlos, os novos ídolos ainda têm que conquistar essa identificação com o torcedor. Nada melhor do que essa oportunidade de jogar em São Paulo, onde vai ser a abertura da Copa, para trazer o torcedor para o nosso lado. Temos de trazer o torcedor do nosso lado.

Não podemos perder o patriotismo do nosso torcedor – afirmou o meia-atacante Lucas na tarde desta terça-feira, em Cotia, onde a delegação se prepara para os amistosos.

O atacante Hulk, que acabou de acertar a sua transferência do Porto (POR) para o Zenit (RUS), por cerca de 60 milhões de euros (R$ 128 milhões), fez coro no discurso do companheiro.

– É o momento da gente estar junto da nossa torcida. Fazer um excelente jogo, principalmente porque a Copa vai começar em São Paulo – afirmou.

Esse será apenas o quarto jogo de Mano com a Seleção em São Paulo. Além dos duelos diante da Argentina e da Romênia, o Brasil empatou sem gols com a Holanda em junho de 2011. O treinador acumula mais de 30 partidas no comando do time da CBF.

Jornal Midiamax