Geral

Crime no Paraguai pode ter ligação com assassinato de dono de jornal

O crime, segundo a polícia paraguaia, tem ligação com o assassinato de Luís Henrique Georges, o Tulu, morto na última quinta-feira

Arquivo Publicado em 08/10/2012, às 21h14

None
1873214579.jpg

O crime, segundo a polícia paraguaia, tem ligação com o assassinato de Luís Henrique Georges, o Tulu, morto na última quinta-feira

O assassinato de Nelson Ramón Vera, de 30 anos, no final da manhã desta segunda-feira na cidade de Pedro Juan Caballero, no Paraguai, pode ter ligações com a morte do dono do Jornal da Praça, Luiz Henrique Georges, em Ponta Porã, na última quinta-feira.

Nelson foi alvo de um grupo que se aproximou dele, de seu pai e de seu primo e armados com fuzil e pistola efetuaram vários disparos.

O crime, segundo a polícia paraguaia, tem ligação com o assassinato de Luís Henrique Georges, o Tulu, morto na última quinta-feira. Tulu era dono do Jornal da Praça, em Ponta Porã, cidade onde foi executado na área central. Um funcionário dele também morreu. Os dois estavam dentro de um veículo, na companhia de um terceiro, quando outro carro se aproximou e disparou rajada de tiros.

De acordo com a Polícia Nacional, de Pedro Juan, Nelson Ramón, o seu pai Hermes e o primo Walter Caná tomavam tereré em frente de casa quando apareceu um veículo Fiat Siena, de cor preta, encostou e de dentro saiu homens armados, que efetuaram os disparos. As munições são de uso exclusivo em guerra.

Nelson e o primo Walter levaram um total de 7 tiros e Hermes, pai de Nelson, apenas um. Todos eles foram encaminhados ao Hospital Regional de Ponta Porã. Devido as gravidades do ferimento, Nelson morreu logo após dar entrada na unidade.

Jornal Midiamax