Geral

Corpo de indígena que morreu afogado em rio Amambai é encontrado

Militares do Corpo de Bombeiros de Naviraí encontraram na tarde desta terça-feira o corpo do indígena Juzelino Vasque, de 41 anos, desaparecido desde domingo, quando se afogou ao tentar atravessar o rio Amambai a nado. O cadáver estava boiando preso em meio a galhos, a cerca de 30 quilômetros abaixo do local onde a vítima […]

Arquivo Publicado em 19/09/2012, às 11h42

None

Militares do Corpo de Bombeiros de Naviraí encontraram na tarde desta terça-feira o corpo do indígena Juzelino Vasque, de 41 anos, desaparecido desde domingo, quando se afogou ao tentar atravessar o rio Amambai a nado.


O cadáver estava boiando preso em meio a galhos, a cerca de 30 quilômetros abaixo do local onde a vítima foi vista pela última vez. Peritos fizeram encaminhamento ao Instituto Médio Legal (IML) de Naviraí.


Juzelino era funcionário de uma usina sucroalcooleira da região, e residia com outras pessoas da mesma etnia em um alojamento que fica próximo ao rio. Segundo testemunhas, ele entrou na água logo após ter almoçado, o que pode ter causado uma congestão que resultou no afogamento.

Jornal Midiamax