Geral

Coritiba vence por 1 a 0, abre distância do Z-4 e amplia jejum de vitórias do Inter

O Coritiba se afastou da zona do rebaixamento nesta quarta-feira, no estádio Couto Pereira, com uma vitória de 1 a 0 diante do Internacional. Em um jogo sem grande brilho ofensivo, o time paranaense marcou em lance inusitado com a defesa vermelha. Rafinha desviou após Bolívar tentar afastar a bola. O resultado complica a situação […]

Arquivo Publicado em 30/08/2012, às 00h11

None

O Coritiba se afastou da zona do rebaixamento nesta quarta-feira, no estádio Couto Pereira, com uma vitória de 1 a 0 diante do Internacional. Em um jogo sem grande brilho ofensivo, o time paranaense marcou em lance inusitado com a defesa vermelha. Rafinha desviou após Bolívar tentar afastar a bola.


O resultado complica a situação dos gaúchos, que já somam quatro jogos sem vitória no Brasileirão. Forlán outra vez perdeu gol incrível e também segue em jejum.


Com Fernandão, o Colorado já está há quatro rodadas sem ganhar. Estacionado nos 31 pontos. No Coritiba, a vitória ao lado da torcida reabilita o time após a derrota para o Figueirense por 3 a 1. A equipe de Marcelo Oliveira, com isso, abre quatro pontos do último presente na zona de rebaixamento.


A partida começou em ritmo lento, cadenciado. A primeira grande mexida foi por lesão. Logo com quatro minutos, Juan sentiu a coxa esquerda e pediu para sair, dando lugar para Índio. O Coritiba, mesmo cheio de desfalques, tentou abrir o placar cedo e arriscou de fora da área.


Os donos da casa tentaram primeiro com Alex Santos e depois Ayrton. Com três volantes, o Internacional precisou de 20 minutos para chutar.


E quando fez por pouco não marcou. Após cruzamento rasteiro de Fred, Forlán apareceu livre na cara do gol. Com zagueiros batidos e o goleiro fora de ação, o uruguaio escorou do pé esquerdo, de primeira, e errou. Perdeu um gol incrível.


A chance clara perdida logo ganhou companhia. Damião, em um chute do meio-campo, acertou o travessão de Vanderlei. Na saída para o intervalo, o camisa nove admitiu que tentava o cruzamento e errou na força. O confronto foi tão insosso na primeira etapa que nem sequer teve acréscimo.


Na volta do intervalo, Marcelo Oliveira apostou em Marcel. Mas o gol do Coritiba não foi do centroavante. Aos 11, Lincoln bateu colocado e Muriel defendeu. Na volta, Bolívar tentou afastar e acertou em cheio Rafinha. O camisa 7 nem serviu apenas de parede para a bola mudar de direção e ir para o fundo da rede.


Com ares de desespero, Fernandão resolveu sacar Forlán e investir com Mike. A velocidade do garoto fez o Inter sair um pouco mais para o ataque. Logo depois, Kleber sentiu lesão e foi a vez de Marcos Aurélio entrar. Nei passou a ser lateral esquerdo e o Colorado tentou mais, de forma desordenada.


Jornal Midiamax