Geral

Coritiba vence antes de pegar São Paulo na semi da Copa do Brasil

Com os titulares poupados por conta do jogo da Copa do Brasil no meio da semana, foram os reservas do Coritiba que entraram em campo na noite deste domingo, no Couto Pereira. E eles não decepcionaram. Com gols de Pereira, Marcel e Tcheco, venceram o Atlético-GO com facilidade por 3 a 0, sendo que o […]

Arquivo Publicado em 17/06/2012, às 23h41

None

Com os titulares poupados por conta do jogo da Copa do Brasil no meio da semana, foram os reservas do Coritiba que entraram em campo na noite deste domingo, no Couto Pereira. E eles não decepcionaram. Com gols de Pereira, Marcel e Tcheco, venceram o Atlético-GO com facilidade por 3 a 0, sendo que o segundo tento, marcado pelo atacante, saiu através de um tiro livre de dentro da área provocado pelo goleiro Márcio, que segurou uma bola recuada por Joílson.


A vitória deixa o Coritiba em situação mais tranquila na tabela do Brasileiro. Com estes três pontos, o time paranaense chega aos seis e termina este domingo no décimo lugar, afastando-se assim da zona de rebaixamento. O Atlético-GO, por sua vez, segue com apenas dois pontos, chega à terceira partida consecutiva sem balançar as redes adversárias e fica com a vice-lanterna da tabela.


“O importante foi alcançar o nosso objetivo, que era alcançar a vitória e nos afastar da zona de rebaixamento. Agora é pensar no São Paulo”, declarou Rafinha, que voltou ao time após contusão e se colocou à disposição para o jogo de volta contra o São Paulo, pela semifinal da Copa do Brasil. O jogador ainda desmentiu os boatos de que estaria deixando o Coritiba e negou que tenha pedido para não jogar o primeiro duelo da semi.


Lances de perigo, apenas nas bolas paradas. Assim foi o jogo no Couto Pereira a partir do apito inicial. Sem espaço no setor de meio-campo, os cruzamentos passaram a ser as principais armas das duas equipes. E foi assim que o Coritiba conseguiu abrir o placar, aos 24min. Tcheco mandou a bola para a área, Pereira aproveitou sobra e se esticou para mandar para as redes de pé direito. 1 a 0.


“O gol foi infelicidade nossa. Mas acho que a gente está fazendo uma boa partida e temos chances de fazer o gol e sair com a vitória”, analisou Márcio, goleiro do Atlético-GO. “Time sem ritmo, treinamos pouco, mas no diálogo estamos conseguindo preencher os espaços e construir algumas jogadas”, acrescentou o zagueiro Pereira, que voltava ao time após se recuperar de lesão.


O duelo melhorou na etapa final. O Atlético-GO precisou sair ao ataque para sair de campo com mais uma derrota na Série A e criou duas boas chances em apenas dez minutos, com Márcio cobrando falta perto da área e Marcão exigindo boa defesa do goleiro Vanderlei soltar uma bomba de primeira. O Coritiba, apesar de ter recuado, também buscava o ataque me algumas oportunidades.


Aos 22min, uma chance de ouro para o Coritiba. Joílson tocou a bola para trás para evitar que a bola chegasse em Marcel e o árbitro interpretou como recuo, já que o goleiro Márcio segurou a bola com as mãos, quase na pequena área. Tcheco pisou para Marcel e o atacante finalizou com precisão, no alto, sem chance para que qualquer jogador do Atlético-GO evitasse o gol.


Logo na sequência, o Coritiba ampliou. Em um rápido contra-ataque, Rafinha recebeu em posição duvidosa pela direita e serviu Tcheco, que com um toque de categoria por cima de Márcio ampliou e definiu o placar.


Jornal Midiamax