Geral

Corinthians faz 6 a 0 no Táchira e aguarda duelo no Chile para ser o 2º melhor da fase

O Corinthians encarou o Deportivo Táchira, nesta quarta-feira, já classificado e com a intenção de vencer para ficar bem colocado na soma geral da fase de grupos. E o que se viu no Pacaembu foi um massacre corintiano: goleada por 6 a 0, triunfo que representou ao time paulista a melhor campanha da chave 6, […]

Arquivo Publicado em 19/04/2012, às 01h48

None

O Corinthians encarou o Deportivo Táchira, nesta quarta-feira, já classificado e com a intenção de vencer para ficar bem colocado na soma geral da fase de grupos. E o que se viu no Pacaembu foi um massacre corintiano: goleada por 6 a 0, triunfo que representou ao time paulista a melhor campanha da chave 6, com 14 pontos.


Agora o Corinthians aguarda o resultado do Universidad de Chile-CHI x Atlético Nacional-COL, na quinta, para saber se termina com a 2ª melhor campanha da fase de grupos da Libertadores. Isso acontecerá se o Atlético Nacional não vencer no Chile por 2 ou mais gols de diferença.


O Fluminense assegurou o posto de melhor da fase ao derrotar o Arsenal-ARG por 2 a 1, nesta quarta.


Caso termine em 2º, o Corinthians terá o direito de fazer o segundo jogo da fase de mata-mata como mandante, exceção se enfrentar o Fluminense.


O Corinthians encarou um Táchira que faz péssima campanha na Libertadores (lanterna da chave) e também no Venezuelano (não figura nem entre os 10 melhores).


A superioridade corintiana ficou nítida logo nos primeiros minutos. O time abriu o marcador aos 17 min da 1ª etapa, com Danilo. Emerson cobrou falta na lateral do campo. Danilo cabeceou com força, sem marcação.


O time venezuelano tinha estratégia clara: ficava retraído em seu campo, se arriscando esporadicamente ao ataque.


Com total domínio de jogo, o Corinthians não demorou a ampliar a vantagem. E o segundo gol foi lindo. Aos 28 min do 1º tempo, Paulinho e Liedson invadiram a área tabelando. Liedson recebeu passe e devolveu. Paulinho empurrou a bola para o gol com o goleiro já vencido, na pequena área.


A pressão alvinegra aumentou com os 2 a 0. Liedson quase fez gol de cobertura.


Dominado em campo, o Táchira ficou em situação ainda mais delicada aos 36 min do 1º tempo. O zagueiro Rouga fez falta em Danilo, na entrada da área, e recebeu cartão vermelho.  Temendo goleada, o técnico Jaime de la Pava imediatamente sacou o meia Parra para a entrada de um zagueiro, William Diaz, recompondo a defesa.


O bombardeio corintiano prosseguiu no segundo tempo. Jorge Henrique fez 3 a 0 após passe de Paulinho. Emerson marcou o quarto gol, em belo chute dentro da área.


Liedson também deixou sua marca. O atacante bateu pênalti, o goleiro deu rebote para o próprio Liedson, que finalizou com força.


Para que houvesse revezamento de gols, Douglas foi agraciado pelos demais jogadores e escolhido como batedor de pênalti. Ele bateu no canto esquerdo, com força, aumentando a goleada para 6 a 0.


Jornal Midiamax