Geral

Coordenador de campanha do PSDB morre em suposto atentado em Minas Gerais

Um dos coordenadores da campanha da tucana Gláucia Brandão à Prefeitura de Ribeirão das Neves, na região metropolitana de Belo Horizonte (MG), foi morto na madrugada deste sábado. Paulo Joaquim Soares de Souza, 35 anos, perdeu a vida em suposto atentado que deixou outras três pessoas feridas. Segundo o boletim de ocorrência registrado pelos policiais […]

Arquivo Publicado em 07/10/2012, às 00h26

None

Um dos coordenadores da campanha da tucana Gláucia Brandão à Prefeitura de Ribeirão das Neves, na região metropolitana de Belo Horizonte (MG), foi morto na madrugada deste sábado. Paulo Joaquim Soares de Souza, 35 anos, perdeu a vida em suposto atentado que deixou outras três pessoas feridas.

Segundo o boletim de ocorrência registrado pelos policiais militares do 40º BPM, testemunhas relataram que a vítima estava em um carro fazendo fiscalização da distribuição do material de campanha. Elas disseram ainda que houve um tumulto generalizado entre militantes do PSDB e PT que faziam panfletagem e que os ocupantes de um carro cor escura, que estariam no grupo contrário, passaram atirando. Souza foi atingido na cabeça. Ele os outros feridos foram encaminhados à Unidade de Pronto-Atendimento do bairro Justinópolis, em Neves.

O presidente do PSDB em Minas Gerais, deputado federal Marcus Pestana, divulgou nota na qual disse que “é inadmissível que isto ainda ocorra no País. As eleições são o ponto alto da democracia e não podemos permitir que fatos como este manchem nossa história democrática, nem que a política seja associada ao crime organizado”, afirmou o deputado, completando que o PSDB solicitará à Secretaria de Segurança do Estado uma “rigorosa e rápida investigação do caso”.

A Delegacia de Homicídios de Ribeirão das Neves vai começar a investigar o crime na segunda-feira.
Eleições 2012

As eleições municipais de 2012, que ocorrem no domingo, 7 de outubro, levarão às urnas mais de 138 milhões de brasileiros aptos a escolher prefeitos e vereadores para um mandato de quatro anos. Em todo o País, são cerca de 436 mil sessões eleitorais, que estarão abertas das 8h às 17h. Segundo o Tribunal Superior Eleitoral(TSE), mais de 15 mil candidatos a prefeito, 16 mil a vice-prefeito e 481 mil a vereador disputam o pleito.

A votação acontece em 5.568 municípios – somente o Distrito Federal e a ilha de Fernando de Noronha não terãoeleição. Em 229 cidades de 24 Estados, os eleitores terão à disposição um novo sistema que vem sendo adotado gradativamente pela Justiça Eleitoral: o voto biométrico.

Jornal Midiamax