Geral

Conselho de Segurança da ONU condena bombardeio sírio sobre Turquia

O Conselho de Segurança das Nações Unidas pediu nesta quinta-feira moderação a Síria e a Turquia e que os dois países não repitam fatos como o ataque sírio com morteiros que matou cinco pessoas em um povoado turco ontem e o bombardeio realizado por forças turcas contra um posto militar sírio junto à fronteira. “Os […]

Arquivo Publicado em 05/10/2012, às 01h43

None

O Conselho de Segurança das Nações Unidas pediu nesta quinta-feira moderação a Síria e a Turquia e que os dois países não repitam fatos como o ataque sírio com morteiros que matou cinco pessoas em um povoado turco ontem e o bombardeio realizado por forças turcas contra um posto militar sírio junto à fronteira.

“Os membros do Conselho de Segurança pediram o cessar imediato de violações do direito internacional”, afirmou o presidente do organismo, o chanceler da Guatemala Gert Rosenthal.

Além disso, os 15 membros do Conselho de Segurança pediram que o governo sírio “respeite plenamente” a soberania e a integridade territorial de seus vizinhos, acrescentou Rosenthal.

O Conselho de Segurança destacou que este incidente “ressalta o grave impacto” que a crise síria tem “na segurança de seus vizinhos e na paz e estabilidade da região”, acrescentou o texto.

O ataque de morteiros do tipo obus da artilharia síria em um povoado turco causou ontem a morte de cinco civis, sendo respondido pela Turquia com bombardeios contra um posto militar junto à fronteira. A represália turca teria causado a morte de dois soldados sírios.

Precisamente hoje, o embaixador sírio na ONU, Bashar Jaafari, comunicou ao presidente do Conselho que seu país está investigando “seriamente” a origem dos disparos dos morteiros.

Jornal Midiamax