Geral

Conar altera campanha da Tim e do Polo Industrial de Manaus

Em reunião plenária realizada na quarta-feira (14), o Conar julgou – e pediu alteração – de duas campanhas que tem a sustentabilidade como mote. As decisões acontecem, coincidentemente, na semana em que o Brasil recebe a conferência mundial Rio+20, sobre meio ambiente. Uma das campanhas é do Polo Industrial de Manaus (assista abaixo).   Filme […]

Arquivo Publicado em 16/06/2012, às 16h45

None

Em reunião plenária realizada na quarta-feira (14), o Conar julgou – e pediu alteração – de duas campanhas que tem a sustentabilidade como mote. As decisões acontecem, coincidentemente, na semana em que o Brasil recebe a conferência mundial Rio+20, sobre meio ambiente.

Uma das campanhas é do Polo Industrial de Manaus (assista abaixo).





Filme dos 45 anos do Polo Industrial de Manaus. O código de sustentabilidade do Conar a respeito de sustentabilidade pede que as relações entre marcas, consumidor e a preservação do planeta sejam comunicadas baseadas em dados e informações precisas, com indicação de fonte. Quando as campanhas descumprem essa recomendação, o órgão costuma decidir pela alteração ou suspensão das peças


Crédito: Reprodução


A outra, da Tim, usa as frases “Sustentabilidade. É a Tim e o planeta em busca do equilíbrio”. Ambas tiveram alteração pedida por unanimidade dos membros do Conar, em decisões baseadas nas regras que o órgão definiu em 2011 a respeito de campanhas que adotem a temática ambiental como centro dos anúncios.



Em campanha do Grand Siena, a Fiat faz paródia de comerciais de outros segmentos, como o de margarina e produtos para casa. No filme acima, a felicidade forçada dos personagens, descobre-se, se deve ao carro, e não ao produto que deixa a casa mais cheirosa


Crédito: Reprodução



Outras oito campanhas foram condenadas na mesma reunião do Conar, nenhuma tendo a sustentabilidade como mote. As sanções variam entre pedido de alteração ou advertência ao anunciante. Foram afetadas quatro empresas de telefonia móvel (Tim, CTBC, Oi e Vivo foram condenadas a alterar suas campanhas), a Fiat (pelo filme de Grand Siena que faz paródia de comerciais de odorizador de ar, que pode ser assistido abaixo), a Skol (que foi advertida por maioria de votos por sua comunicação para a Páscoa) e a marca de vodca Stolichnaya (que, além de advertida, teve de alterar a campanha “Kit vodka Stolichnaya Black”). O jornal Diario de S. Paulo foi o único anunciante condenado a suspender suas peças. A campanha em questão foi “Troca de óleo”.

Jornal Midiamax