Geral

Comandante de grupo de elite da Marinha dos EUA morre no Afeganistão

Washington, 23 dez (EFE).- Um comandante da Marinha dos EUA, que pertencia ao “Team 4” da unidade de operações especiais SEAL, morreu no Afeganistão, informou neste domingo o Pentágono, que detalhou que o militar não faleceu por causa de fogo inimigo. Segundo o Pentágono, a vítima, identificada como Job Price, de 42 anos e natural […]

Arquivo Publicado em 24/12/2012, às 01h07

None

Washington, 23 dez (EFE).- Um comandante da Marinha dos EUA, que pertencia ao “Team 4” da unidade de operações especiais SEAL, morreu no Afeganistão, informou neste domingo o Pentágono, que detalhou que o militar não faleceu por causa de fogo inimigo.



Segundo o Pentágono, a vítima, identificada como Job Price, de 42 anos e natural de Pottstown (Pensilvânia), morreu no ontem por causa de “danos não relacionados com combate”.



“Atualmente, o incidente está sendo investigado”, indicou o Pentágono em um e-mail enviado à Agência Efe, no qual não apresentaram mais detalhes sobre a morte do militar.



Price se encontrava no Afeganistão como parte da operação “Liberdade Duradoura” e tinha sido convocado para participar dos trabalhos de estabilidade na província de Uruzgan (Afeganistão).



O “Team 4” é um dos oito comandos ligados à unidade de operações especiais SEAL.



Outra equipe deste mesmo corpo de elite, o “Team 6”, foi o responsável pela operação que deteve Osama Bin Laden em maio de 2011 no Paquistão.


Jornal Midiamax