Geral

Com projetos e força do PT, Vander espera chegar ao segundo turno

Mesmo em terceiro lugar na pesquisa realizada pelo Datamax/Televox, o candidato petista Vander Loubet se diz “animadíssimo” com o resultado que, segundo ele, reflete a tese divulgada desde o início: a força da pulverização. “Fica claro que o governo não ganhará em primeiro turno. Tentaram ficar com todos os partidos e contra o PT, mas […]

Arquivo Publicado em 23/07/2012, às 15h18

None
1348394696.jpg

Mesmo em terceiro lugar na pesquisa realizada pelo Datamax/Televox, o candidato petista Vander Loubet se diz “animadíssimo” com o resultado que, segundo ele, reflete a tese divulgada desde o início: a força da pulverização.


“Fica claro que o governo não ganhará em primeiro turno. Tentaram ficar com todos os partidos e contra o PT, mas o fato é que estão fracos e desesperados”, disse Vander.


De acordo com ele, a pesquisa reflete também o desejo de mudança por parte da população. “Desde as eleições de 1996, essa é a primeira disputa sem favorito, sem que um candidato esteja disparado na frente. Isso que é democracia”, avaliou.


Acreditando que a intenção de votos por parte do eleitorado campo-grandense vai crescer ainda mais, Vander afirma que muita coisa ainda vai acontecer quando a campanha começar na rádio e na televisão.


Creio que chegaremos a 25% da intenção de votos quando começar a propaganda eleitoral na televisão e na rádio. A campanha tem muito que crescer ainda”, disse o candidato que também aposta na força da liderança nacional presente na sua campanha. “Temos agenda com visita de ministros da presidenta Dilma Roussef, além da militância nas ruas que é o que o PT mais conhece”.


Sobre os projetos que tratará com mais abordagem, Vander colocou em primeiro lugar a questão do IPTU, da saúde e do trânsito. “O trânsito está caótico, a saúde precisa melhorar e o IPTU tem que ser barateado. Vamos tratar esses temas com prioridade”, prometeu Vander.


Sem retorno


Procurado mais de uma vez pela reportagem para repercutir o resultado da pesquisa, o candidato governista, deputado federal Edson Giroto (PMDB), não retornou as ligações. O candidato do Psol, Sidney Melo, não foi localizado.

Jornal Midiamax