Geral

Com editais abertos, estudantes se dedicam pelo sonho de estabilidade e bons salários

Instituições de ensino também se estruturam e preparam cursos específicos para os principais concursos abertos no país.

Arquivo Publicado em 23/01/2012, às 14h44

None
2003688951.jpg

Instituições de ensino também se estruturam e preparam cursos específicos para os principais concursos abertos no país.

Cerca de 16 órgãos públicos abriram inscrições nesta segunda-feira (23) para 2.399 vagas e formação de cadastro de reserva em cargos de todos os níveis de escolaridade no país. Com a abertura dos novos editais, alunos e escolas preparatórias se movimentam para garantir a vaga.


Onei Fernando Saviolli, diretor da instituição Concurso Neon, explica que a escola também se estrutura e prepara cursos específicos para os principais concursos abertos. Neste sábado, por exemplo, ele cita que começa a turma para o concurso do Banco do Brasil.


“Já temos cerca de 50 alunos matriculados para o curso específico do BB. E também temos alunos que já estavam se preparando e que também devem prestar a prova”.


O diretor, que há 14 anos está à frente da escola, conta que o concurso para o BB ainda é um dos mais procurados pelos concurseiros. Ele explica, que apesar do salário não ser muito alto [cerca de R$ 1,4 mil) os benefícios como auxílio-alimentação e participação nos lucros da empresa a cada seis meses compensam o esforço.


Estabilidade e bom salário


Sonhando em ter estabilidade e um bom salário, a advogada Luciana Lara Diniz Brandão, 27 anos, deixou a profissão a cerca de dois anos para se dedicar exclusivamente aos estudos.
“Eu estava insatisfeita com o que ganhava, trabalhava muito e ganhava pouco. Além disso, não era o que eu queria”, enfatiza.


Luciana quer ser funcionária do TRE (Tribunal Regional Eleitoral) ou do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), para isso estuda diariamente, de manhã e à tarde, além de ter deixado para trás a vida social e se dedicar exclusivamente para passar nas provas.


O objetivo vai ser alcançado graças ao apoio dos pais que pagam cursinho, viagens, hospedagens e livros para a concurseira. Ela conta que vai fazer provas em Curitiba, Brasília e São Paulo.
“Eu só estudo. Tenho total apoio dos meus pais. Eles estão bancando tudo. Mas, a vida social acaba”, diz.


Menos radical, Thiago Todashi Uechi, 22 anos, estudante de direito e concurseiro, sonha em ser agente tributário estadual. O salário de R$ 13 mil é um dos grandes atrativos.


Os estudos, ele concilia com outras atividades, como a academia. “Não sou ‘noiado’ com os estudos. Claro que me dedico, há mais ou menos um ano e meio estou bem focado, mas faço outras coisas também. Vou todos os dias na academia e fim de semana, relaxo”, diz.


Uechi diz que a vida social é muito importante para manter o ritmo. O estudante que termina a faculdade de direito no meio deste ano conta que em 2010 fazia cursinho, faculdade, estágio e academia.


O edital para agente tributário ainda não está aberto, mas Thiago já estuda a mais ou menos um ano e meio para as provas.


Família concurseira


“Lá em casa todo mundo estuda para concurso. Eu e meus irmãos todos nos dedicamos aos estudos. Uma irmã minha já é analista da receita e agora passou para fiscal de renda no Rio de Janeiro”, diz a enfermeira Lívia Calipso, 26 anos.


A enfermeira que já passou nos concursos das cidades de Campo Grande, Sonora, Corumbá e Nova Andradina conta que está esperando ser chamada e que irá assumir o que for mais interessante financeiramente.


Lívia ainda diz que apesar de já ter obtido sucesso neste um ano e meio de estudos não vai parar. “Quero passar em concursos com cargos melhores. No momento estou fazendo só na minha área, mas depois quero fazer para auditora”.


Concursos


Os órgãos que abrem as inscrições hoje são: Banco do Brasil, Conselho Nacional de Técnicos em Radiologia, Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Amazonas, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará, Prefeitura de Bertioga (SP), Prefeitura de Caçador (SC), Prefeitura e Câmara de Espírito Santo do Dourado (MG), Prefeitura de Goiânia, Prefeitura de Itarana (ES), Prefeitura de Monte Mor (SP), Prefeitura de Nova Fátima (PR), Prefeitura de Porto Amazonas (PR), Prefeitura de Sobral (CE), Prefeitura de Varginha (MG), Prefeitura de Vitória e  Tribunal Regional do Trabalho (TRT) da 24ª Região, no Mato Grosso do Sul.

Jornal Midiamax