Geral

Com 30% de candidatas mulheres, Nova Andradina cumpre lei à risca

Entre os 77 pedidos de registro de candidatos à Câmara de Vereadores de Nova Andradina, 23 são de mulheres. O número representa exatos 30% que estão previstos na lei da cota eleitoral de gênero. A medida tem o objetivo de garantir uma maior participação das mulheres na vida política. Esse montante foi aplicado na composição […]

Arquivo Publicado em 28/07/2012, às 12h31

None

Entre os 77 pedidos de registro de candidatos à Câmara de Vereadores de Nova Andradina, 23 são de mulheres. O número representa exatos 30% que estão previstos na lei da cota eleitoral de gênero. A medida tem o objetivo de garantir uma maior participação das mulheres na vida política.


Esse montante foi aplicado na composição das coligações “Nova Andradina Mais Feliz” e “Mudança de Verdade”, dos candidatos a prefeito Roberto Hashioka (PMDB) e Luiz Tadao (PT), respectivamente.


Com 51 candidatos a vereador, a coligação “Nova Andradina Mais Feliz” possui 15 mulheres que concorrem a uma vaga na Câmara de Nova Andradina. Duas delas ainda aguardam o deferimento do registro na Justiça Eleitoral.


Já a coligação “Mudança de Verdade”, que possui um total de 26 candidatos ao Legislativo, tem oito mulheres na disputa por uma vaga na Casa de Leis. Todos os pedidos de registro do grupo já foram deferidos.


A vereadora Maria Eugênia (PMDB), candidata à reeleição, é a única mulher entre os nove parlamentares que compõem a atual legislatura.

Jornal Midiamax