Geral

Cineclube exibe a comédia “O batedor de carteiras” em Dourados

O projeto de extensão “Cineclube UFGD” exibe neste sábado (21), às 17h, o filme “O batedor de carteiras” (1958), com entrada franca no cineauditório da Unidade 1 da UFGD (Universidade Federal da Grande Dourados), que fica na rua João Rosa Góes, 1761, Vila Progresso, em Dourados. Conhecida como “chanchada”, a comédia cinematográfica brasileira de grande […]

Arquivo Publicado em 20/04/2012, às 19h44

None

O projeto de extensão “Cineclube UFGD” exibe neste sábado (21), às 17h, o filme “O batedor de carteiras” (1958), com entrada franca no cineauditório da Unidade 1 da UFGD (Universidade Federal da Grande Dourados), que fica na rua João Rosa Góes, 1761, Vila Progresso, em Dourados.


Conhecida como “chanchada”, a comédia cinematográfica brasileira de grande sucesso popular nos anos 1940 a 1960 revelou atores nacionais fundamentais, como Grande Otelo, Ankito e Zé Trindade.


Neste filme, Trindade interpreta Benedito Espiridião dos Santos, vulgo “Mão-Leve”, que, depois de se apaixonar por uma migrante nordestina recém-chegada ao Rio de Janeiro, tenta se regenerar. O longa faz uma crítica bem-humorada à “alta sociedade” brasileira, além de registrar a paisagem física e humana da cidade do Rio de Janeiro da época.


O elenco traz também outro grande nome da chanchada, Violeta Ferraz. E nos números musicais (presença obrigatória no gênero) aparecem cantando Maysa Matarazzo e Jackson do Pandeiro, entre outros nomes da música brasileira.

Jornal Midiamax