Geral

Cielo fica fora do pódio na final dos 100 m e americano fatura a medalha de ouro

Em uma prova que tinha César Cielo, dono do recorde mundial, e o favorito James Magnussen, o americano Nathan Adrian surpreendeu e conquistou a medalha de ouro nos 100 m livre. Nesta quarta-feira, ele foi o mais rápido para ficar com o ouro, enquanto que Cielo sequer conseguiu pódio, terminando com o sexto lugar. De […]

Arquivo Publicado em 01/08/2012, às 18h36

None
1293760402.jpg

Em uma prova que tinha César Cielo, dono do recorde mundial, e o favorito James Magnussen, o americano Nathan Adrian surpreendeu e conquistou a medalha de ouro nos 100 m livre. Nesta quarta-feira, ele foi o mais rápido para ficar com o ouro, enquanto que Cielo sequer conseguiu pódio, terminando com o sexto lugar.

De forma inesperada, César Cielo chegou à final dos 100 m livre longe de qualquer favoritismo, apesar de ser o recordista mundial, com marca de 46s91, anotado no Mundial de Roma em 2009. Um ano antes, havia conquistado o bronze nos Jogos Olímpicos de Pequim, medalha ofuscada pelo ouro nos 50 m livre, principal prova do brasileiro, na qual também é dono do recorde mundial (20s91).

James Magnussen é o motivo de César Cielo chegar a Londres longe do foco para os 100 m. Nos últimos meses, o australiano se tornou a principal ameaça ao brasileiro, baixando cada vez mais as marcas a ponto de prometer quebra do recorde. Cielo fez pouco para rebatê-lo, deixando cada vez mais claro que seu foco para os Jogos de Londres seria os 50 m livre.

Na terça-feira, César Cielo confirmou vaga à final dos 100 m livre de forma consistente e satisfatória: fez o quinto melhor tempo da semifinal, com 48s17, e deixou a piscina sem sentir dores. Atual campeão mundial, Magnussen foi o mais rápido, reforçando o favoritismo com 47s63, seguido pelo americano Nathan Adrian e pelo cubano Hanser Garcia.

Jornal Midiamax