Geral

Cidade suíça cria ‘cabines de sexo’ para tirar prostitutas das ruas

A prefeitura de Zurique vai instalar “cabines de sexo” para tirar as prostitutas das ruas e tornar o trabalho delas mais seguro. Eleitores da maior cidade da Suíça aprovaram o projeto em um referendo, e ele deve sair do papel em 2013. Clientes poderão entrar de carro nas cabines para encontrar as prostitutas, ao invés […]

Arquivo Publicado em 29/11/2012, às 13h58

None
35864679.jpg

A prefeitura de Zurique vai instalar “cabines de sexo” para tirar as prostitutas das ruas e tornar o trabalho delas mais seguro. Eleitores da maior cidade da Suíça aprovaram o projeto em um referendo, e ele deve sair do papel em 2013. Clientes poderão entrar de carro nas cabines para encontrar as prostitutas, ao invés de pegá-las nas ruas.


Haverá estrutura para abrigar cerca de 30 prostitutas. Autoridades de Zurique esperam que os compartimentos estejam prontos em agosto. Cada cabine terá um alarme de pânico.


O objetivo é que a mudança torne a indústria do sexo mais segura e mais regulada. “A grande diferença é que, até agora, a prostituição está em espaço público”, disse Michael Herzig, porta-voz do Departamento de Bem-Estar Social. “Agora, nós vamos mudar isso, transferir das ruas, de um espaço público para um privado, a uma antiga área industrial da cidade que nos dá a possibilidade de definir as regras da prostituição nesse espaço”, afirmou.


“As mulheres estarão mais protegidas de ataques, e isso também vai significar melhores negócios para elas”, disse Herzig. “Com as mulheres nas cabines do sexo, não haverá ‘tempo de viagem’, então elas podem negociar com mais clientes. É um modelo de negócios melhor do que nas ruas”, afirmou o porta-voz.


As prostitutas também terão que pedir uma licença que custa R$ 87, ter registro em um seguro de saúde e comprar um bilhete de R$ 10 todas as noites, antes de começarem a atender clientes. As medidas valem a partir de janeiro.

Jornal Midiamax