Geral

Chávez presta apoio aos seus ministros e promete voltar à Venezuela

Através de uma série de mensagens em sua página do Twitter, o presidente venezuelano, Hugo Chávez, que se recupera de uma cirurgia em Havana, prestou apoio aos seus ministros e também prometeu voltar ao seu país.  “Povo do Táchira! Esse é próximo Governador! Aos Guardiões de Chávez, envio todo meu amor! Sigo me recuperando e […]

Arquivo Publicado em 04/03/2012, às 14h18

None
1673474865.jpg

Através de uma série de mensagens em sua página do Twitter, o presidente venezuelano, Hugo Chávez, que se recupera de uma cirurgia em Havana, prestou apoio aos seus ministros e também prometeu voltar ao seu país. 

“Povo do Táchira! Esse é próximo Governador! Aos Guardiões de Chávez, envio todo meu amor! Sigo me recuperando e vou viver! Venceremos!”, publicou Chávez, no momento em que o canal estatal VTV transmitia um ato oficial no Estado andino de Táchira.
O presidente, nesta mensagem, se referiu a Tareck El Aissami, candidato do governo para as eleições regionais de dezembro e atual ministro do Interior, que dirigiu o ato realizado em Táchira. 
Neste sábado (03), ministros e funcionários do governo chavista desenvolveram uma série de atividade de entrega de crédito aos produtores agrícolas do país, eventos transmitidos pela VTV e seguidos por Chávez, que, por sua vez, se manifestava através do Twitter. 
“Me sinto muito feliz com essas conquistas verdadeiramente Socialistas! Abraços Jackelin, Aristóbulo e a todos! Eu Voltarei!”, comentou o presidente, que ressaltou os trabalhos da chefe do governo de Caracas, Jacqueline Farías, e do primeiro vice-presidente da Assembleia Nacional, Aristóbulo Istúriz.
Em outro comentário, Chávez também fez questão de mandar seu recado aos habitantes do Estado de Lara. “Saudações a Lara, ao seu heroico povo e ao seu próximo Governador!! Viva Lara! Viva a Revolução! Eu viverei e venceremos”. Neste, o líder fez um cumprimento especial ao presidente da Corporação de Desenvolvimento de Lara (Corpolara), Luis Reyes Reyes, que coordenou o evento nessa localidade e aparece como um dos candidatos favoritos para as eleições regionais de dezembro. 
Desde o dia 24 de fevereiro, Chávez se encontra em Havana, onde foi submetido a uma cirurgia para extrair uma “lesão pélvica” e um “tecido circundante” da mesma região de onde foi retirado um tumor cancerígeno em junho. 
O líder assegurou que se encontra em recuperação e aproveitou o momento para passar instruções aos seus ministros, já que ainda se mantém interino ao cargo de governante da Venezuela. 
No dia 25, o ministro de Comunicação da Venezuela, Andrés Izarra, divulgou uma série de fotografias que mostravam Chávez e Fidel Castro no centro assistencial de Havana, onde o presidente venezuelano é atendido.
*Com colaboração da Agência EFE.
Jornal Midiamax