Geral

Cerca de 120 pessoas aguardam ‘fim do mundo’ em casa

O mundo vai acabar às 16h desta sexta-feira (12). É isso que cerca de 120 pessoas em Teresina esperam que ocorra em pleno Dia das Crianças. Elas já se preparam o “juízo final” confinadas na casa de um suposto profeta. Segundo o cearense Luiz Pereira, 43, radicado na capital piauiense, “a besta fera” vem acabar […]

Arquivo Publicado em 12/10/2012, às 15h23

None
1369804754.jpg

O mundo vai acabar às 16h desta sexta-feira (12). É isso que cerca de 120 pessoas em Teresina esperam que ocorra em pleno Dia das Crianças. Elas já se preparam o “juízo final” confinadas na casa de um suposto profeta.


Segundo o cearense Luiz Pereira, 43, radicado na capital piauiense, “a besta fera” vem acabar com o mundo nesta sexta-feira e só vão se “salvar os seguidores dele.”


O caso está sendo monitorado pela polícia, que informou que vai indiciar o “profeta” ao MP (Ministério Público Estadual), que poderá ingressar com uma ação pedindo providências à Justiça.


Segundo a polícia, há 25 dias que a casa do suposto profeta está abrigando crianças, adolescentes, adultos e idosos.


O suposto profeta afirmou que recebeu uma mensagem de um anjo que desceu à terra para avisar que o mundo irá acabar nesta sexta-feira e que as pessoas devem seguir os “ensinamentos” de Luiz Pereira para poder se salvarem.


“Elas são induzidas a largarem totalmente suas vidas. Não podem assistir televisão, sair da casa e ter contato com o mundo. O mais perigoso é que as crianças e adolescentes também foram proibidas de frequentar a escola”, disse o chefe da DPCA (Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente) Joattan Gonçalves.


Segundo Gonçalves, a DPCA está finalizando o inquérito e vai indiciar o suposto profeta por abandono intelectual. “A Justiça pode ainda condenar o homem por outros crimes, se julgar que ele os cometeu”, completou.


Além de ficarem sem contato com o mundo fora da casa do suposto profeta, os seguidores são induzidos a renunciar e doar os bens que têm, além de largar os empregos. A polícia disse que recebeu denúncias de que o suposto profeta também está casando alguns menores de idade que seguem seus ensinamentos.


As pessoas que estão na casa vivem o tempo todo fazendo orações com Pereira e se alimentam de doações que chegam à casa do suposto profeta.


Cerca de 100 homens da polícia Militar e Civil participaram, no fim da tarde desta quinta-feira (11), de uma operação para retirar 19 crianças e adolescentes que estavam morando na casa de Luiz Pereira. Durante a operação, a polícia encontrou veneno escondido em um dos cômodos da casa e o suposto profeta foi conduzido a DPCA para prestar esclarecimentos.


O resgate das crianças e adolescentes da casa de Pereira foi determinado pela juíza da 1ª Vara da Infância e da Adolescência, Maria Luiza de Moura, que acatou o pedido da DPCA solicitando medidas de proteção aos menores. “Já identificamos todas as crianças e adolescentes e o Conselho Tutelar está encaminhando-as para o Lar da Criança”, informou Joattan Gonçalves.


A reportagem do UOL tentou o contato do suposto profeta ou de algum integrante do grupo, mas não conseguiu. A polícia investiga também se Luís Pereira da Silva está envolvido em outros crimes denunciados por moradores de Teresina.

Jornal Midiamax