Geral

Centro Cultural dá início à temporada 2012 do Cinema d(e) Horror com longa “Estômago”

O Centro Cultural José Octávio Guizzo, unidade da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul, dá início na próxima quarta-feira (7) à edição 2012 do projeto Cinema d(e) Horror. A estreia fica por conta do longa metragem brasileiro Estômago, do diretor Marcos Jorge. A exibição acontece a partir das 18h30 e a entrada tem […]

Arquivo Publicado em 04/03/2012, às 01h15

None

O Centro Cultural José Octávio Guizzo, unidade da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul, dá início na próxima quarta-feira (7) à edição 2012 do projeto Cinema d(e) Horror. A estreia fica por conta do longa metragem brasileiro Estômago, do diretor Marcos Jorge. A exibição acontece a partir das 18h30 e a entrada tem valor simbólico de R$ 1.

Estômago é a história da ascensão e queda de Raimundo Nonato, um cozinheiro com dotes muito especiais. Trata de dois temas universais: a comida e o poder. Mais especificamente, a comida como meio de adquirir poder. E pode ser definido como “uma fábula nada infantil sobre poder, sexo e culinária”.

Em sua estreia mundial no Festival do Rio 2007, o filme consagrou-se como grande vencedor, tendo recebido quatro prêmios: Melhor Filme pelo Público, Melhor Diretor, Melhor Ator e Prêmio Especial do Júri. Em sua estreia europeia, no Festival Internacional de Rotterdam, na Holanda, recebeu o prêmio Lions Award e foi o segundo colocado, entre 200 longas, na preferência do público. Teve participação especial no Festival de Berlim 2008, com direito a jantar inspirado nos pratos do filme e venceu o Festival Internacional de Punta Del Este, no Uruguai, com os prêmios de Melhor Filme e Menção Especial de Melhor Ator.

As filmagens aconteceram durante cinco semanas em Curitiba e São Paulo, em fins de 2006, e toda a finalização foi feita na Itália, em Milão e Roma, em meados de 2007. Estômago é a primeira coprodução cinematográfica realizada a partir do acordo de coprodução bilateral Brasil-Itália, assinado no início dos anos 1970. É um filme de dupla nacionalidade, brasileiro para o Brasil e italiano para a Itália.

No elenco desponta o ator baiano João Miguel, como protagonista, acompanhado pela curitibana Fabiula Nascimento (em sua estreia no cinema), pelos cariocas Babu Santana e Alexander Sil, pelo italiano Carlo Briani e pelo paulista Paulo Miklos.

O filme foi inspirado no conto “Presos pelo Estômago”, de Lusa Silvestre, que assina, com Marcos Jorge, o argumento do filme. O roteiro é de Lusa Silvestre, Marcos Jorge, Cláudia da Natividade e Fabrizio Donvito. A produção é de Cláudia da Natividade, Fabrizio Donvito e Marco Cohen. O diretor de fotografia é Toca Seabra.

“Cinema d(e) Horror”

O projeto é uma parceria entre a Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul e a Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, sendo coordenadora da Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (Propp) e por Carol Sartomen, mestre em Estudos de Linguagens também pela UFMS e professora do curso de Letras.

Geralmente tem duas exibições mensais e conta com a participação de graduandos e mestrandos da área de Letras da UFMS ou convidados especiais para as exibições e debates de filmes que tratam da categoria “Horror” no plano das artes, contando também com a participação da sociedade campo-grandense.

Serviço

A exibição de Estômago pelo projeto Cinema d(e) Horror acontece na quarta-feira, dia 7 de março, às 18h30, no Centro Cultural José Octávio Guizzo, que fica na rua 26 de Agosto, 453, no Centro. A entrada tem valor simbólico de R$ 1.

Jornal Midiamax