Geral

Centenas de pessoas compareceram ao encerramento da Cidade do Natal

Chegaram ao fim, na noite de ontem (8), as atividades lúdico-culturais da Cidade do Natal, nos altos da Avenida Afonso Pena. A noite contou com o tradicional Momento das Luzes, com direito a show pirotécnico, e também com a Parada do Natal, quando a Banda Marcial Manoel Bonifácio circulou pelas dependências do espaço, encantando os […]

Arquivo Publicado em 09/01/2012, às 10h07

None

Chegaram ao fim, na noite de ontem (8), as atividades lúdico-culturais da Cidade do Natal, nos altos da Avenida Afonso Pena. A noite contou com o tradicional Momento das Luzes, com direito a show pirotécnico, e também com a Parada do Natal, quando a Banda Marcial Manoel Bonifácio circulou pelas dependências do espaço, encantando os visitantes com sucessos que iam do clássico ao popular.


Apesar do público mais modesto em função da chuva, centenas de pessoas podiam ser observadas circulando a Cidade do Natal e preventivamente compareceram munidas de guarda-chuva. No ringue de patinação no gelo, pessoas ainda faziam fila esperando a vez e a praça de alimentação continuou em firme funcionamento. A gerente de marketing Adriana Cristina Rodrigues, 37, que esteve em todas as edições do projeto Cidade do Natal, compareceu pela quarta vez só nesta temporada, acompanhada pela mãe, Zélia da Luz, 62, e dos filhos Márcio, 6, e Hannah, 15. Para a família, a chuva sequer foi um empecilho. “Quando cheguei aqui já estava garoando, mas mesmo assim a gente quis ficar. Temos que aproveitar o espaço, que é de muito bom gosto, enquanto ele está disponível˜, diz Adriana.


Já a aposentada Zuleide Cruz, de Curitiba, que está na cidade para visitar o filho, conta que ficou encantada com o resultado do projeto. “É incrível, tudo muito lindo. A cidade está de parabéns”. Para ela, a chuva nem chegou a intimidá-la. ˜Imagina, vim ontem e viria hoje de qualquer jeito. Isso daqui traz muita paz para a pessoa, faz bem ver tanta beleza e organização”, revela.


Espetáculo – Na hora do Momento das Luzes, quando uma mensagem de Natal ecoa no sistema de som e a árvore de Natal é acendida, seguida de queima de fogos, as pessoas se amontoaram na entrada da Cidade para verem melhor o espetáculo. “É muito bonito, a árvore mais bonita”, considera Thamires, 7, que foi à Cidade do Natal acompanhada do pai, o servidor público Fernando Benites, 38. “Como a gente sabia que ia chover, viemos prevenidos. Minha filha com capa de chuva e eu com guarda-chuva. Ninguém se molha assim”, brinca.


As irmãs Júlia e Sofia, de 8 e 10 anos, respectivamente, destacam como ponto alto o ringue de patinação. “No começo eu cai muito, mas agora estou profissional na patinação. Pena que é só uma vez por ano”, diz Júlia. Já a irmã, Sofia, destaca os locais que mas gostou na Cidade do Natal. Ö castelo do Papai Noel é muito bonito. Também gostei da igreja e da fonte. os lanches também são gostosos”, considera.


Após o acendimento da árvore, a Banda Marcial circulou pelo espaço com movimentos performáticos e música de qualidade. Na sequência, a coordenadora da Comissão Permanente de Promoção e Organização de Eventos Sociais da Prefeitura Municipal de Campo Grande, a primeira-dama Maria Antonieta Amorim Trad, uma das idealizadoras do evento, deixou sua mensagem de agradecimento a todos os visitantes da Cidade do Natal. “Aqui nós tivemos diversão gratuita a todos, sempre oferecendo alegria, paz e encantamento. Isso foi apenas um pouquinho do que a gente sonha pros quatro anos da cidade, que é o lazer associado ao desenvolvimento, ao progresso e sobretudo à paz, à igualdade e à justiça social”, discursou.


Para Antonieta, a edição deste ano foi muito positiva e recompensadora, pois trouxe um resultado a partir não só de um esforço do município agregado às forças do governo do Estado, mas, também, do esforço anônimo. “Aqui ajudaram e compareceram pessoas que querem ver Mato Grosso do Sul e nossa cidade no circuito do desenvolvimento. A gente consegue alcançar esse objetivo a partir do momento que a pessoa vem aqui e se encanta com cada detalhe. Ela sente essa alegria do bem, porque foram pessoas de bem que se dedicaram dias e noites para garantir este resultado. Estou muito satisfeita com tudo e imensamente grata pelo campo-grandense ter recebido tão bem nossa iniciativa. Isto só já justifica este projeto, que já nasceu vitorioso”, conclui.


Cidade do Natal

O evento foi uma realização da Prefeitura Municipal de Campo Grande e do Governo do Estado e contou com vários espaços de diversão para os pequenos e para os adultos também. O público estimado para este ano foi de 500 mil pessoas, aproximadamente. De mini-fuscas, trenzinho a pista de patinação, eram muitas as opções de lazer oferecidas gratuitamente aos visitantes. Um dos pontos mais altos da festa foi a árvore de Natal, que media 50 metros de altura por 20 metros de diâmetro, consumindo aproximadamente cinco milhões de mini lâmpadas, e que esse ano foi transferida para um terreno em frente à Cidade do Natal. A abertura do evento, em dezembro, contou com apresentação da dupla de palhaços Patati e Patatá e reuniu cerca de 50 mil pessoas.

Jornal Midiamax