Geral

Cavalgada para Nossa Senhora Aparecida reúne 350 devotos em Campo Grande

Na região da água boa, sitiantes pegaram os cavalos às 7h e se encontraram com os fiéis que estavam com as imagens da Santa em seus carros. Emoção ficou por conta dos fogos e cânticos no trajeto.

Arquivo Publicado em 12/10/2012, às 14h20

None
2120716282.jpg

Na região da água boa, sitiantes pegaram os cavalos às 7h e se encontraram com os fiéis que estavam com as imagens da Santa em seus carros. Emoção ficou por conta dos fogos e cânticos no trajeto.

Trezentos e cinquenta devotos de Nossa Senhora Aparecida, a Padroeira do Brasil, acordaram cedo nesta sexta-feira (12), para glorificar diante a imagem da Santa. Um dos eventos mais tradicionais, a 9ª cavalgada e passeata ocorreu na MS-080, saída para Rochedo, em Campo Grande.


Na região da água boa, sitiantes pegaram os cavalos às 7h e se encontraram com os fiéis que estavam com as imagens da Santa em seus carros. Junto estava um sacerdote e diversas crianças vestidas de anjos para abrilhantar ainda mais o dia de quem passava do outro lado da pista.


No trajeto da rodovia até a Capela Nossa Senhora Aparecida, próxima ao km 080, a emoção ficava por conta dos cânticos religiosos e fogos a cada dezenas de passos. Por volta das 9h50, já se via uma fila imensa, sendo controlada pela PRE (Polícia Rodoviária Estadual).


E na capela, decorada com bexigas azuis e brancas, devotos se preparavam para assistir a benção dos animais e em seguida a Santa Missa. “Estou assumindo o meu compromisso com Deus, que é de olhar para Maria como a minha e a nossa mãe, por isso me sinto tão bem em fazer a festa”, diz a proprietária da capela Zélia Maria, 53 anos.


A sequência da comemoração tem um almoço dançante. Convidados pela primeira vez para participar da festa, a cozinheira Maria Lúcia dos Santos, 49 anos e o motorista Gerson Alves dos Santos, 53 anos, fizeram até camiseta para participar.


”Nossa, vou passar o dia inteiro aqui e quero vir mais vezes. Até o momento estou achando excelente”, diz Maria Lúcia. “E por ser devoto, já recebi várias bênçãos”, acrescenta Santos.

Jornal Midiamax