Geral

Caso Bruno: testemunhas de acusação serão ouvidas

O julgamento do goleiro Bruno Fernandes e de outros três réus do processo sobre a morte e desaparecimento de Eliza Samudio será retomado nesta terça-feira no Fórum de Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, com os depoimentos das testemunhas de acusação. Ontem, apenas Cleiton Gonçalves foi ouvido. Devem ser ouvidas as delegadas Ana Maria […]

Arquivo Publicado em 20/11/2012, às 10h35

None

O julgamento do goleiro Bruno Fernandes e de outros três réus do processo sobre a morte e desaparecimento de Eliza Samudio será retomado nesta terça-feira no Fórum de Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, com os depoimentos das testemunhas de acusação. Ontem, apenas Cleiton Gonçalves foi ouvido.


Devem ser ouvidas as delegadas Ana Maria Santos, que participou das investigações do desaparecimento da ex-amante de Bruno, e Alessandra Wilke, que também trabalhou nas apurações.


Além delas fazem parte do rol de testemunhas de acusação o detento Jaílson Alves de Oliveira – que diz ter ouvido uma confissão de Marcos Aparecido dos Santos, o Bola –, uma testemunha da oitiva de Cleiton à polícia e uma assistente técnico-jurídico do sistema socioeducativo de Minas Gerais, que acompanhou um depoimento de Jorge Luiz Lisboa Rosa – primo do goleiro, menor à época do desaparecimento de Eliza.

Jornal Midiamax