Geral

Carros de comitiva colidem antes de Chalita votar em SP

O trajeto do candidato à prefeitura de São Paulo Gabriel Chalita (PMDB) foi marcado por um engavetamento envolvendo quatro carros de sua equipe. A colisão ocorreu quando o peemedebista se dirigia para o colégio Nossa Senhora do Sion, no bairro de Higienópolis, região central da cidade. O engavetamento iniciou quando um dos veículos colidiu com […]

Arquivo Publicado em 07/10/2012, às 13h48

None
971180792.jpg

O trajeto do candidato à prefeitura de São Paulo Gabriel Chalita (PMDB) foi marcado por um engavetamento envolvendo quatro carros de sua equipe. A colisão ocorreu quando o peemedebista se dirigia para o colégio Nossa Senhora do Sion, no bairro de Higienópolis, região central da cidade.


O engavetamento iniciou quando um dos veículos colidiu com a traseira do que vinha à sua frente. Na sequência, dois carros também se envolveram em colisões traseiras. O acidente, que aconteceu na avenida Pedroso de Morais, no bairro Pinheiros, próximo ao local onde o candidato vota, envolveu os últimos carros da comitiva que acompanhava o candidato.


Apesar de alguns assessores terem sentido dores após a colisão, ninguém precisou de atendimento médico. Os componentes da comitiva envolvidos no acidente trocaram de veículo e prosseguiram para o local de votação.


Chalita chegou ao colégio Nossa Senhora do Sion às 9h30, acompanhado dos correligionários, Michel Temer, vice-presidente da República, e Marianne Pinotti, candidata à vice na chapa do PMDB, que não votam no local.


Ao deixar o local, por volta das 9h50, o candidato do PMDB afirmou que a expectativa é a “melhor possível”. “Fizemos uma campanha limpa, correta e mostrando propostas para a cidade de São Paulo. Em cada área da cidade apresentamos um projeto absolutamente concreto, transporte, saúde, educação”, disse Chalita.


“Começamos a campanha um pouco antes, fazendo reuniões nos bairros de São Paulo. Isso nos ajudou a ter uma proposta concreta para a cidade”, disse o candidato. “Mas a eleição é hoje e quem tem a palavra é sua excelência, o eleitor”, acrescentou.


O peemedebista, que aparece em quarto lugar nas pesquisas, afirmou que sua candidatura está crescendo. “Eleição é uma coisa, pesquisa é outra. Terminamos confiantes nessa etapa”, disse. “Da maneira como fizemos as propostas para São Paulo, esperamos que o eleitor tenha sabedoria neste momento e nos dê a chance de administrar essa grande cidade”, concluiu.


Chalita deixou o colégio às 9h50 e se dirigiu para a PUC-SP, onde o vice-presidente Michel Temer votou. Neste local, o peemedebista encontrou a candidata do PPS à prefeitura da cidade, Soninha Francine.


O peemedebista então se dirigiu para a sua casa, onde ficará aguardando a apuração até por volta das 18h. Às 20h30, ele deve se dirigir ao comitê do PMDB, na região central de São Paulo, onde dará uma entrevista sobre os resultados parciais.

Jornal Midiamax