Geral

Capital recebe recursos para conclusão obras de controle de erosão

Os recursos liberados são a última parcela do total de R$ 8,7 milhões, que foi firmado em julho de 2008

Arquivo Publicado em 01/03/2012, às 17h09

None
686452706.jpg

Os recursos liberados são a última parcela do total de R$ 8,7 milhões, que foi firmado em julho de 2008

A liberação da última parcela de R$ 1,6 milhão do convênio 358, nesta quarta-feira (29), do total de R$ 8,7 milhões, que foi firmado em julho de 2008, com o Ministério da Integração Nacional, contou com a atuação do senador Waldemir Moka (PMDB), que foi destacada pelo Prefeito de Campo Grande, Nelson Trad Filho.


A confirmação da liberação dos recursos foi feita no final da tarde de ontem pelo senador Moka.


De acordo com o prefeito Nelson Trad, a liberação dos recursos complementares está sendo aguardada desde julho de 2009 pára concluir as obras de controle da erosão no Córrego Botas. “O Moka, desde então, quando ainda era deputado federal, tem sido incansável para assegurar o repasse deste recurso que já estava empenhado”, ressaltou.


Medida Provisória


Segundo Moka, os recursos liberados para as obras no córrego Botas foram alocados por meio da Medida Provisória 423, editada em 2008, na época do governo Lula, suplementando o orçamento da Secretaria Nacional de Defesa Civil para socorrer regiões do país atingidas por desastres naturais.

Jornal Midiamax