Geral

Calouro em Brasília, Fábio Trad é eleito 2º vice-presidente da CCJ

Em seu primeiro mandato na Câmara dos Deputados, o sul-mato-grossense Fábio Trad (PMDB) foi eleito nesta quarta-feira (7) o 2º vice-presidente da CCJ (Comissão de Constituição e Justiça), um das comissões mais poderosas do Legislativo Federal. “Nesse meu segundo ano de meu primeiro mandato como deputado federal, calouro, portanto, na vida político-partidária, tenho alcançado mui...

Arquivo Publicado em 07/03/2012, às 19h07

None

Em seu primeiro mandato na Câmara dos Deputados, o sul-mato-grossense Fábio Trad (PMDB) foi eleito nesta quarta-feira (7) o 2º vice-presidente da CCJ (Comissão de Constituição e Justiça), um das comissões mais poderosas do Legislativo Federal.


“Nesse meu segundo ano de meu primeiro mandato como deputado federal, calouro, portanto, na vida político-partidária, tenho alcançado muitas vitórias. Vivencio, hoje, ao assumir a 2ª Vice-Presidência da Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania, uma dessas vitórias; e, para aumentar ainda mais a minha alegria o nome de meu pai Nelson Trad foi lembrado por todos os parlamentares que discursaram nesse ato de eleição e posse da nova mesa diretora”, comemorou, pelo Facebook, Fábio Trad.


O deputado Ricardo Berzoini (PT-SP) assumiu a presidência da CCJ. Foi eleito para o cargo de 1º vice-presidente, o deputado Alessandro Molon (PT-RJ). O novo 3º vice-presidente foi eleito o deputado Luiz Carlos (PSDB-AP).


Segundo Berzoini, a CCJ, pela sua natureza, terá muitos debates importantes e polêmicos para este ano. Um deles será a terceirização da mão de obra. “Dará um debate tenso porque existem divisões dentro das próprias centrais sindicais e entre o empresariado”, declarou. Berzoini também citou a demarcação das terras indígenas como uma destas contendas mais acaloradas previstas para 2012 por se tratar de tema polêmico do ponto de vista conceitual e constitucional.


Ele também defendeu que deverão ocorrer muitos debates sobre a estrutura política do País, especialmente delimitando as competências dos poderes Legislativo e Judiciário. Segundo ele, esta questão é essencial para o futuro da nossa democracia.


Mandetta


O deputado federal Luiz Henrique Mandetta (DEM), por sua vez, irá presidir a Comissão de Seguridade Social e Família, responsável pela discussão da crise de financiamento e gestão que a saúde vem enfrentando. O grupo também irá propor medidas para manter o equilíbrio da Previdência Social.


(Com informações da Agência Câmara)

Jornal Midiamax