Geral

Cabo da PM é condenado a 21 anos pela morte da juíza Patrícia Acioli

O cabo da Polícia Militar Sérgio Costa Júnior, um dos acusados de participação na morte da juíza Patrícia Acioli, em agosto de 2011, foi condenado a 21 anos de prisão por homicídio triplamente qualificado e formação de quadrilha. O militar foi beneficiado pela delação premiada e teve a pena total reduzida em um terço. Por […]

Arquivo Publicado em 04/12/2012, às 23h48

None

O cabo da Polícia Militar Sérgio Costa Júnior, um dos acusados de participação na morte da juíza Patrícia Acioli, em agosto de 2011, foi condenado a 21 anos de prisão por homicídio triplamente qualificado e formação de quadrilha. O militar foi beneficiado pela delação premiada e teve a pena total reduzida em um terço. Por ter denunciado o crime, ele foi julgado separadamente dos outros dez réus.

O julgamento foi presidido pelo juiz Peterson Barros Simão, titular da 3ª Vara Criminal de Niterói, que leu a sentença, após se reunir por mais de duas horas com o corpo de jurados, formado por duas mulheres e cinco homens. Ao ler a sentença, o magistrado disse que o crime foi praticado por “motivo torpe, mediante emboscada e para ocultar outros crimes”.

A juíza Patrícia Acioli era titular da 4ª Vara Criminal de São Gonçalo, na região metropolitana do Rio. A magistrada foi vítima de uma emboscada no dia 11 de agosto de 2011, quando chegava em casa, no bairro de Piratininga, em Niterói.

Jornal Midiamax