Geral

Brasil condena atentados que deixaram mais de 100 mortos no Iraque

O Ministério das Relações Exteriores divulgou nota na tarde desta segunda-feira (23) na qual condena todo e qualquer ato de terrorismo ocorrido no Iraque. “O governo brasileiro recebeu, com consternação, a notícia da série de atentados contra civis, instalações militares e repartições governamentais ocorridos ontem e hoje (…). Ao manifestar seu pesar e solidariedade às […]

Arquivo Publicado em 23/07/2012, às 20h03

None

O Ministério das Relações Exteriores divulgou nota na tarde desta segunda-feira (23) na qual condena todo e qualquer ato de terrorismo ocorrido no Iraque. “O governo brasileiro recebeu, com consternação, a notícia da série de atentados contra civis, instalações militares e repartições governamentais ocorridos ontem e hoje (…). Ao manifestar seu pesar e solidariedade às famílias das vítimas, bem como ao governo e ao povo iraquianos, o Brasil reitera sua condenação a todo e qualquer ato de terrorismo”, afirma o texto.


Uma onda de ataques no Iraque matou nesta segunda 111 pessoas e deixou 235 feridos no dia mais sangrento vivido pelo país em mais de dois anos, depois que a Al-Qaeda alertou que iria preparar novos ataques e tentar recuperar territórios.


Autoridades indicaram 27 ataques diferentes lançados em 18 cidades, quebrando uma relativa calma propiciada pelo início, no sábado (21), do mês sagrado muçulmano do Ramadã.


Para o grupo xiita libanês Hezbollah, o objetivo destas operações é “a intimidação dos cidadãos, a morte de inocentes, a difusão da violência confessional, o regionalismo e a destruição das instituições do Estado”.


“É óbvio que os serviços de Inteligência estrangeiros impulsionam esses grupos a cometer massacres e impedir a recuperação do Iraque depois da retirada das forças de ocupação norte-americanas”, acrescentou o texto.

Jornal Midiamax