Geral

Bolívia detém mais de 300 pessoas por descumprimento a toque de recolher do censo

A polícia da Bolívia deteve, até o fim da noite de ontem (21), mais de 300 pessoas por descumprirem o toque de recolher imposto para a realização do 1º Censo Nacional da População e Habitação, em 11 anos. O comércio permaneceu fechado, o tráfego de veículos foi limitado e os cidadãos receberam a ordem de […]

Arquivo Publicado em 22/11/2012, às 10h45

None

A polícia da Bolívia deteve, até o fim da noite de ontem (21), mais de 300 pessoas por descumprirem o toque de recolher imposto para a realização do 1º Censo Nacional da População e Habitação, em 11 anos. O comércio permaneceu fechado, o tráfego de veículos foi limitado e os cidadãos receberam a ordem de permanecer em casa para facilitar a contagem populacional.


O ministro do Interior da Bolívia, Carlos Romero, disse que 35 mil policiais foram encarregados de supervisionar o cumprimento da medida. Pelos dados do censo de 2011, a Bolívia tem aproximadamente 8,3 milhões de habitantes. A estimativa, a partir da nova pesquisa demográfica, é que a população do país ultrapasse 10 milhões de pessoas.


Em entrevista coletiva, o presidente Evo Morales disse ontem (21) que o censo ocorreu “com sucesso em todo o país”. Segundo ele, até amanhã (23) a pesquisa abrangerá todas as localidades, inclusive a área rural. Os pesquisadores visitaram as casas dos bolivianos. De acordo com o presidente, foram pequenos os problemas registrados.


Morales acrescentou que os recenseadores não relataram dificuldades, embora em pequenas cidades rurais foram registradas disputas de limites entre comunidades, que dificultaram a coleta de dados. Os casos mais relevantes foram registrados nas cidades de Tablas Monte (Cochabamba) e Sachiri (Potosí).


O presidente agradeceu a colaboração da população. “Diga ao povo da Bolívia que ele está de parabéns. Como eu disse ontem [anteontem 20]: ‘O censo não é para Evo, é para as pessoas'”, ressaltou Morales.

Jornal Midiamax