Geral

BC permite que bancos usem sistema próprio para classificar risco de crédito

A partir de agora, as instituições financeiras podem usar seus próprios sistemas para determinar a parcela interna de risco de crédito, de acordo com os ativos financeiros. Autorização nesse sentido, aprovada nesta quinta-feira (8) pela diretoria do Banco Central, diz que o uso de sistemas internos depende de permissão prévia da autoridade monetária. Mas ressalta […]

Arquivo Publicado em 08/03/2012, às 21h59

None

A partir de agora, as instituições financeiras podem usar seus próprios sistemas para determinar a parcela interna de risco de crédito, de acordo com os ativos financeiros. Autorização nesse sentido, aprovada nesta quinta-feira (8) pela diretoria do Banco Central, diz que o uso de sistemas internos depende de permissão prévia da autoridade monetária. Mas ressalta que a autorização será cancelada se o banco não atender aos requisitos e procedimentos estabelecidos pelo BC e os valores calculados não refletirem adequadamente o risco de crédito.


De acordo com circular do BC, a utilização de sistema interno próprio permite que a exigência de capital regulamentar reflita diretamente as características das instituições financeiras, as exposições de balanço, o histórico de perdas e, principalmente, a qualidade dos controles internos e da gestão de riscos.


Além disso, o BC recomenda que o sistema interno considere situações de estresse bancário e de retração econômica para uma avaliação mais adequada do perfil de risco da instituição financeira.



Jornal Midiamax