Geral

Barrichello faz sua melhor prova na Indy e termina em quarto em Sonoma; Briscoe vence

Neste domingo, Rubens Barrichello conseguiu seu melhor resultado na Fórmula Indy ao terminar a etapa de Sonoma na quarta colocação. A prova foi vencida por Ryan Briscoe. O pódio foi completo por Will Power, que liderou boa parte da corrida e terminou em segundo, e por Dario Franchitti, terceiro. Dentre os demais brasileiros, Helio Castroneves […]

Arquivo Publicado em 26/08/2012, às 22h02

None

Neste domingo, Rubens Barrichello conseguiu seu melhor resultado na Fórmula Indy ao terminar a etapa de Sonoma na quarta colocação. A prova foi vencida por Ryan Briscoe.


O pódio foi completo por Will Power, que liderou boa parte da corrida e terminou em segundo, e por Dario Franchitti, terceiro. Dentre os demais brasileiros, Helio Castroneves fez boa corrida de recuperação e acabou em sexto, enquanto Tony Kanaan foi o décimo.


A corrida


Na largada, Power manteve a liderança sem problemas, enquanto Castroneves, que partiu em quarto, perdeu uma posição para Scott Dixon. No entanto, o brasileiro acabou tocando o carro do rival ao tentar contornar uma curva fechada – com isso, o neozelandês perdeu tempo e foi parar no pelotão intermediário.


Ainda na primeira volta, Barrichello, que largou em 11º, pulou para oitavo. Kanaan também começou bem, saltando da 16ª para a 12ª colocação ainda no primeiro giro.


Por conta do incidente na volta inicial, Castroneves foi punido com um drive-trough. O brasileiro perdeu tempo e retornou à pista na 21ª posição, se distanciando dos líderes.


Com ultrapassagem sobre Marco Andretti, Kanaan entrou no top dez. Ao lado de Barrichello, o piloto se manteve no pelotão intermediário durante grande partida da corrida. Enquanto isso, Castroneves fazia corrida de recuperação.


Faltando 21 voltas, Kanaan sofreu com um problema em seu carro durante pit stop e teve sua prova prejudicada. No mesmo giro, Sebastian Bourdais e Josef Newgarden se envolveram em acidente e provocaram a primeira bandeira amarela da prova. A batida aconteceu a poucos metros de onde estavam os fotógrafos, que correram risco no lance.


A interrupção veio em boa hora para os brasileiros; Barrichello alinhou em sexto, Castroneves em nono e Kanaan em 14º.


No reinício, faltando 11 voltas para o fim, Rubinho foi bem e conseguiu assumir a quarta colocação. No entanto, novo acidente voltou a causar bandeira amarela na prova.


Na nova relargada, quando restavam apenas nove voltas, Barrichello perdeu contato com os três líderes, terminando em quarto. Briscoe, que assumiu a liderança na parte final, administrou a vantagem e venceu.


A parte final da prova ainda foi boa para Castroneves, que, após cair para as últimas colocações por conta de punição, ainda conseguiu chegar em sexto.


Jornal Midiamax