Geral

Azambuja construirá pronto-socorro infantil e promete abrir portas da prefeitura ao povo

O plano de governo do candidato a prefeito de Campo Grande, deputado federal Reinaldo Azambuja (PSDB), informa que para sua elaboração foram entrevistadas 120 mil pessoas que relataram os maiores problemas enfrentados e o que esperam da próxima administração municipal. No projeto consta que Campo Grande quer mudança e exige um projeto político que “não se […]

Arquivo Publicado em 28/07/2012, às 12h30

None
264712699.jpg

O plano de governo do candidato a prefeito de Campo Grande, deputado federal Reinaldo Azambuja (PSDB), informa que para sua elaboração foram entrevistadas 120 mil pessoas que relataram os maiores problemas enfrentados e o que esperam da próxima administração municipal.


No projeto consta que Campo Grande quer mudança e exige um projeto político que “não se acovarde frente aos poderosos”. Nele existe a promessa de uma gestão de ética e transparência. “Um governo com as portas abertas, permitindo um amplo acesso da população ao poder público”.


Saúde


Em relação à saúde, o projeto propõe melhorar as condições dos profissionais da área, tanto no aspecto salarial quanto no acesso a equipamentos, materiais e medicamentos. Prevê a construção de um Pronto-Socorro infantil, de um banco de leite materno e a implantação de sistemas de marcação de consultas e exames através da internet.


Educação


Há propostas de construir um Planetário, uma Biblioteca Municipal no segundo andar da antiga estação rodoviária, novas escolas, novos CEINFS que atendam crianças de zero a três anos e que funcionem durante as férias e, também, há promessa de reformar e ampliar a estrutura das escolas rurais.


Segurança


A nova gestão promete implantar um sistema de monitoramento com câmeras de vigilância em locais públicos, como praças, prédios administrativos e nas áreas mais violentas. De acordo com o projeto, esse sistema dará suporte no combate ao crime. Além disso, há propostas de reaparelhar a Guarda Municipal, a Agetran e a Defesa Civil.


Habitação


Priorizar uma política justa de cobrança do IPTU, desenvolver critérios objetivos e transparentes para a distribuição de casas com a isenção de favoritismo político e a construção de cinco mil casas por ano, a fim de reduzir o déficit habitacional, são propostas do governo tucano para Campo Grande.


Mobilidade Urbana


Para o tráfego urbano, algumas das propostas incluem redefinir o trânsito e o sistema de ruas, de avenidas e a interligação entre bairros, recapear as pistas de corredores de ônibus e das principais avenidas, construir viadutos para ‘desafogar’ o trânsito, ampliar as ciclovias, rever custos de tarifas de ônibus e implantar uma sinalização que suporte o crescimento da cidade nos próximos 20 anos.


Amanhã (29), o Midiamax dará continuidade à série de matérias sobre o plano de governo dos candidatos a prefeito da Capital, com as propostas do professor Sidney Melo (Psol).

Jornal Midiamax