Geral

Avião que transportava secretário de Segurança sofre pane durante aterrisagem

Segundo Jacini, após o pouso a aeronave teria recolhido o trem de pouso. A pista principal do Aeroporto Internacional de Campo Grande ficou interditada por 54 minutos.

Arquivo Publicado em 19/11/2012, às 19h54

None
702844830.jpg

Segundo Jacini, após o pouso a aeronave teria recolhido o trem de pouso. A pista principal do Aeroporto Internacional de Campo Grande ficou interditada por 54 minutos.

Avião Baron prefixo PTWFO do Governo do Estado que transportava o Secretário de Segurança Pública e Justiça, Wantuir Brasil Jacini e mais três pessoas de sua equipe, sofreu uma pane no trem de pouso dianteiro. De acordo com o secretário, ninguém ficou ferido e a Cenipa (Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes) já foi acionada. A assessoria de imprensa do Aeroporto Internacional de Campo Grande informou que a pista principal ficou interditada por cerca de 50 minutos. O acidente ocorreu por volta das 13h30.

Segundo Jacini, ele e sua equipe voltavam de uma aula inaugural do DOF (Departamento de Operações de Fronteira) em Dourados, quando aconteceu o incidente. “Ministrei a aula inaugural, com participação de policiais de 11 Estados fronteiriços e Goiás. Pegamos o voo para Campo Grande, a aeronave aterrisou e estava taxiando na pista. Nesse momento, ao que parece, o trem de pouso dianteiro recolheu”, contou.

De acordo com o secretário, ninguém ficou ferido. “Foi só o susto”, declarou. Jacini informou que a Cenipa já fez vistoria no local e que determinou instauração de sindicância para saber as causas do acidente.

Conforme a Infraero, dois vôo sofreram atrasos, sendo 1 da empresa Gol – que vinha de Congonhas para pousar as 14h45 e pousou as 14h – e outro da TAM com destino a São Paulo – que atrasou cerca de 30 minutos. Como a pista principal ficou interditada por 54 minutos, os vôos foram remanejados para a pista auxiliar. Os pousos e decolagens já foram normalizados.

Jornal Midiamax