Geral

Atendimento bancário está sendo feito apenas parcialmente em algumas agências

Alguns bancos da região central de Campo Grande aderiram apenas parcialmente à greve deflagrada nesta terça-feira. Após a abertura do expediente, algumas instituições estão realizando apenas o atendimento ao cliente, como é caso do Banco do Brasil, no Jardim dos Estados. Em todos os bancos, o acesso aos caixas eletrônicos é livre. De acordo com […]

Arquivo Publicado em 18/09/2012, às 15h30

None
1151951466.jpg

Alguns bancos da região central de Campo Grande aderiram apenas parcialmente à greve deflagrada nesta terça-feira. Após a abertura do expediente, algumas instituições estão realizando apenas o atendimento ao cliente, como é caso do Banco do Brasil, no Jardim dos Estados. Em todos os bancos, o acesso aos caixas eletrônicos é livre.

De acordo com a presidente do Sindicato dos Bancários de Campo Grande e Região, Iaci Azamor Torre, todos os bancos devem aderir à paralisação, porém nem todas as agências irão fechar as portas. “Alguns bancos privados estão fazendo pressão sobre o funcionário, mas nesses casos iremos encaminhar uma denúncia ao Ministério do Trabalho, pois nossa greve é legal.”, aponta.

Iaci avalia que cerca de 90% das agências da região central aderiram ao movimento.

Entre a população, muitas pessoas foram pegas de surpresa pela greve.

É o caso de Priscila Rocha Torres, que conta ter ido até uma agência para solicitar um novo cartão após tê-lo perdido. “Não estava sabendo desta greve. Agora preciso receber meu salário e não tem nenhum funcionário para me dar informação.”, reclama.

Ernesto Filadelfo da Silva, conta que precisa desbloquear o cartão, porém somente o gerente poderia realizar o procedimento. “O jeito vai ser ir até outro banco que ainda esteja atendendo, mas não tem ninguém para informar como devo fazer.”, lamenta.

A categoria afirma que os serviços terceirizados não deverão sofrer com a paralisação. De acordo com os grevistas, as casas lotéricas e pontos alternativos (correspondentes bancários) continuarão recebendo boletos de pagamento normalmente.

Jornal Midiamax